Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2009 / Setembro / Protestantismo brasileiro ganha centro de referência no ABC

Protestantismo brasileiro ganha centro de referência no ABC

21/09/2009

21/09/2009 20h12

Acervo de referência para estudo e pesquisa sobre o Protestantismo brasileiro, é o que pretende se tornar o Centro de Memória Metodista da Faculdade de Teologia (FATEO) da Universidade Metodista de São Paulo, que será lançado na próxima quarta-feira, dia 23 de setembro. O culto e o cerimonial de abertura ocorrem a partir das 9h30, no Edifício Alfa, no Campus Rudge Ramos.

O projeto, com previsão para ser inaugurado em setembro de 2010, será responsável pela gestão do arquivo geral da Igreja Metodista no Brasil, pelos arquivos da Faculdade de Teologia da Metodista, do Instituto Metodista de Ensino Superior (IMS) e por todo o serviço de digitalização dos documentos.

O acervo foi idealizado nos últimos dois anos e faz parte das ações que comemoram a trajetória de 120 anos da FATEO, quando ainda estava sediada na cidade mineira de Juiz de Fora . O local contará com uma variedade de documentos impressos, fotográficos, áudio-visuais, eletrônicos e digitais. Entre eles, o material mais antigo é uma impressão composta por xilogravuras de Marco Túlio Cícero e data do ano de 1518. Obras raríssimas poderão ser encontradas, como o livro que reúne as obras completas de Platão, de 1538, a Bíblia traduzida por Martim Lutero, de 1582, e Instituição da Religião Cristã, de João Calvino, do ano de 1592. 

“A Universidade Metodista de São Paulo é uma das poucas instituições no País que tem obras tão importantes como essas”, afirma o reitor da FATEO, professor Rui de Souza Josgrilberg.

No local também funcionará um Museu Histórico da Igreja Metodista, que abrigará peças antigas, como um projetor de slides movido a fogo, um projetor cinematográfico da metade do século XIX, câmeras portáteis Kodak lançadas por volta de 1923, entre outras raridades.

“O objetivo do Centro de Memória Metodista é preservar a história do Metodismo brasileiro desde a segunda metade do século XIX, quando iniciou, até os dias de hoje, mediante o armazenamento da documentação gerada pelas diversas instâncias, organizações e instituições da Igreja Metodista no Brasil, bem como de outros ramos do Protestantismo brasileiro”, afirma o professor da FATEO, Paulo Ayres Mattos.

Na cerimônia de lançamento estarão presentes representantes do Conselho Municipal de Patrimônio Histórico de São Bernardo do Campo, da Igreja Metodista e da Universidade Metodista de São Paulo.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático