Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2009 / Junho / Central de Serviços Compartilhados da Rede Metodista já começa a trabalhar

Central de Serviços Compartilhados da Rede Metodista já começa a trabalhar

19/06/09

19/06/2009 18h11 - última modificação 24/08/2009 12h24

Área contábil e controladoria já estão consolidando relatórios das IMEs num formato comum; Comunicação e Marketing estuda campanhas de divulgação e processos seletivos integrados

 

A Central de Serviços Compartilhados (CSC) da Rede Metodista de Educação já está dando passos importantes para uniformizar e otimizar os processos hoje realizados pelas Instituições Metodistas de Educação (IMEs). Os líderes das áreas definidas pela Direção e pelo CONSAD (Conselho de Administração) – Tecnologia, Finanças, Controladoria, Assuntos Internacionais, Comunicação e Marketing, Editora, Jurídico e Gestão de Recursos Humanos – estão visitando as escolas e dialogando com as equipes locais para colher informações e dimensionar as ações a fim de estabelecer processos que tragam melhorias, uniformidade, rapidez e também propiciem melhor saúde financeira a todas.

“Esta etapa é muito importante na preparação do terreno para que a Rede Metodista seja implantada de forma consistente e todos, incluindo a Igreja e as comunidades atendidas, saiam beneficiados com a qualidade dos serviços educacionais oferecidos”, explicou o diretor da Rede, professor Marcio de Moraes. “Nossa meta é concluir esta fase até o final deste ano ou no início de 2010 para que a Rede Metodista possa avançar também nas frentes acadêmicas. Neste momento, a atenção está voltada para a dimensão administrativa”, acrescentou o presidente do CONSAD, prof. Wilson Zuccherato.

O professor Sérgio Marcus Nogueira Tavares, que está cuidando dos aspectos contábeis da CSC, informou que já está sendo possível consolidar mensalmente os relatórios das IMEs na nova estrutura de governança da Rede, que presta contas diretamente ao CONSAD.

– Desse modo, a Direção Geral e os conselheiros recebem os relatórios de todas as instituições em um único formato, seguindo os mesmos conceitos. Isto permite uma comparação interna mais rápida e precisa e auxilia na discussão dos temas financeiros, o que, certamente, facilita a análise e a tomada de decisões – afirmou.

Vestibulares integrados

A integração dos processos seletivos, liderada pela área de Comunicação e Marketing da CSC, também já começa a ser discutida entre as IMEs. O trabalho que já vinha sendo tratado no âmbito da então Comissão Assessora de Comunicação e Marketing do COGEIME deve ganhar concretude já no vestibular do final do ano. “Se não for possível no primeiro momento fazer essa integração, já que existem peculiaridades de cada instituição que precisam ser analisadas, vamos caminhar com algumas até que todas possam adequar-se ao novo formato”, esclareceu Paulo Salles, que está conduzindo a tarefa. O diálogo, que ocorreu semana passada com o IEP e também já foi iniciado com o Granbery e o Bennett, deve estender-se às outras IMEs nos próximos dias, conforme apontou ele.

Na mesma frente de trabalho, deve ganhar força a estratégia de integração das ações voltadas à divulgação das escolas metodistas, tanto no sentido de torná-las mais conhecidas quanto, de modo específico, de dar visibilidade aos vestibulares (no caso do ensino superior) e às matrículas (educação básica), por meio de campanhas nas diferentes mídias hoje utilizadas.

“Existe um desafio de tornar a marca Metodista cada vez mais forte no segmento educacional, onde a concorrência é bastante acirrada, e isso exigirá de nós o talento de expressar de forma criativa nossas virtudes, nossa filosofia e nosso compromisso com a qualidade e atenção plena aos alunos que podem fazer diferença em suas vidas profissionais e pessoais”, comentou Paulo Salles. “Nós queremos, cada vez mais, ser a Escola escolhida por pais e alunos”, completou Zuccherato.

A Rede Metodista de Educação congrega todas as Instituições Metodistas de Educação distribuídas pelo País, desde a educação básica até a educação superior. A sua criação foi aprovada no último Concílio Geral, realizado em 2006, e formalizada no início deste ano.

 

Você sabia que...

 

O curso de Direito do Granbery foi reconhecido pela OAB-MG como o melhor entre as faculdades particulares de Juiz de Fora e o quinto colocado no estado de Minas Gerais?

Rede Metodista de Educação
Assessoria de Imprensa

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático