Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2009 / Janeiro / “Criador” da internet abre Campus Party

“Criador” da internet abre Campus Party

20/01/2009

20/01/2009 20h45 - última modificação 21/01/2009 11h14

Tim Berners-Lee / Foto: Mônica Rodrigues

Bernes Lee fala com os jornalistas e depois encontra Geeks na abertura do evento.

No primeiro dia aberto ao público, o Campus Party, maior encontro de internet e cultura digital do planeta, contou com uma palestra de Tim Berners-Lee, o criador do sistema www (World Wide Web), que possibilitou o desenvolvimento e difusão da internet como temos hoje, com o tema: “O futuro da web – e isso é só o começo: Olhando os próximos 20 anos”. Entre o público, o olhar atento do ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil, se destacava.

Antes do encontro com o público, Berners-Lee recebeu os jornalistas para uma coletiva onde falou de projetos futuros, mobilidade e defendeu a liberdade na rede. Quando perguntado sobre como seria o futuro da rede, o “pai da internet” respondeu que a pergunta era muito ampla, mas que, “é como uma tela em branco, os jovens que aqui estão, poderão fazer coisas que nunca tive oportunidade”.

Tim contou que seu novo projeto é a Web Foundation, uma instituição que, segundo ele, tem por objetivo fazer um levantamento de quantas pessoas não têm acesso à rede mundial de computadores e encontrar formas de solucionar a questão. Ele também se mostra bastante otimista com a internet por meio do da telefonia móvel. “A conexão via telefones celulares é fascinante, pois permite o acesso de pessoas que vivem em áreas rurais ou daquelas que não têm computadores".

Sobre os crimes cibernéticos, Tim afirmou que o que vemos na internet nada mais é do que um espelho da humanidade. “Vejo muitas coisas horrorosas, mas também vejo maravilhas na internet. Quando as pessoas se reúnem, os resultados são muito mais positivos do que negativos". No entanto, ele acredita que é preciso zelar para que haja liberdade na rede. “Os provedores precisam ter neutralidade, essa também é uma das nossas maiores preocupações da Web Foundation”, explica.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático