Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2008 / Setembro / Encontro de Jornalismo debate origem da imprensa brasileira

Encontro de Jornalismo debate origem da imprensa brasileira

23/09/2008

23/09/2008 14h59

Laurentino Gomes em Encontro de Jornalismo

O terceiro painel do 7º Encontro de Jornalismo discutiu nesta segunda-feira, 22 de setembro, o tema “1808 - Ano em que a imprensa chegou ao Brasil” com a participação do jornalista e autor do livro “1808”, Laurentino Gomes, e do âncora e chefe de redação da Band News FM, Eduardo Barão. O painel foi conduzido pelo professor da Metodista, Paulo Ramos. 

Laurentino afirmou que 1808 é um período marcado pela revolução nas idéias. “O que estava acontecendo há 200 anos não era apenas a chegada da corte, mas um dos momentos mais revolucionários da história da humanidade. O grande fator de transformação eram as idéias, elemento muito perigoso e duramente controlado na época”.

Para o jornalista, a imprensa nasceu com as características que manteria dois séculos depois: corajosa, ousada, submissa ao governo, mas muito pouco transparente. “A falta de transparência com o leitor permanece até hoje”, afirmou.

Em seguida, Eduardo Barão destacou a agilidade do rádio. “Passa a informação na hora, de forma ágil e direta. Na correria do dia-a-dia, as pessoas muitas vezes não têm tempo para ler um jornal ou acessar a Internet para se informar”, comparou. 

Quando questionado sobre a atual cobertura política dos veículos de comunicação, Laurentino disse perceber melhoras. “A imprensa tem dado espaço para debates, tem feito pesquisas de opinião. Não vejo nenhum problema na cobertura”. 

A liberdade da imprensa também foi um dos temas bastante debatidos no painel. Para Laurentino, é determinada pela saúde financeira dos veículos, ou seja, circulação e publicidade. Quanto maior a quantidade de leitores e mais variado o número de anunciantes, maior será a liberdade da imprensa. 

No encerramento, Laurentino aconselhou os alunos a acreditarem na profissão que escolheram. “Essa é uma profissão maravilhosa. Leiam. Sejam leitores incansáveis para terem referência de cultura e boa escrita. Há disputa por bons jornalistas nas redações. Não se desiludam precocemente”, concluiu.  



Crédito da foto: Verônica de Souza

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático