Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2008 / Março / Concurso premia idéias contra o Tráfico de Pessoas

Concurso premia idéias contra o Tráfico de Pessoas

28/03/2008 15h05 - última modificação 28/03/2008 15h05

Brasília, 26/02/08 (MJ) - O Ministério da Justiça lançou o I Prêmio Libertas: Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. É uma parceria entre a Secretaria Nacional de Justiça (SNJ), o Escritório das Nações Unidas Contra Drogas e Crime (UNODC) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

O objetivo é fomentar no meio acadêmico a reflexão e pesquisa sobre o tema. A iniciativa é pioneira e vai premiar estudantes e graduados de qualquer área de formação que tratem da questão do Tráfico Humano nas mais diversas manifestações.

A solenidade de lançamento, realizada nesta quinta-feira (25), na Sala de Retratos do Ministério, contou com a participação do secretário-executivo, Luiz Paulo Barreto; do secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior; do diretor-adjunto da OIT, Christian Ramos; e da representante do UNODC, Cíntia Freitas.

Em discurso, Tuma Júnior ressaltou algumas ações que o Brasil vem adotando para enfrentar o problema, como a Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e implantação de núcleos especializados nas onze regiões que participam da primeira fase do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci)

“Esta ocasião é histórica. Abre-se o mundo acadêmico para reflexões sobre tema tão tormentoso”, afirmou Tuma Júnior. “Tem-se em vista a preservação de um dos maiores bens dos seres humanos: a liberdade”.

Prêmio

O I Prêmio Libertas é dividido em duas categorias: estudantes de graduação e graduados em instituições de ensino credenciadas pelo Ministério da Educação. Os trabalhos inscritos devem ter como base os protocolos e convenções que tratam do crime.

Para os estudantes de graduação, serão entregues R$ 2 mil ao terceiro colocado, R$ 3 mil ao segundo e R$ 5 mil ao primeiro colocado. Já para os graduados serão R$ 5 mil, R$ 7 mil e R$10 mil, respectivamente. Para os trabalhos com menção honrosa serão conferidos diplomas de participação.

O secretário Romeu Tuma Júnior definirá o Comitê Executivo do Prêmio, que será composto por dois representantes da SNJ, um do UNODC e outro da OIT, que coordenarão todo o processo e definirão os participantes da comissão julgadora.

As inscrições estão abertas de 25 de fevereiro a 25 de abril de 2008.


Clique aqui e veja o edital


Fonte: Site do Ministério da Justiça

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: ,
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático