Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2005 / 08 / Metodista e RENCTAS em parceria para desenvolver pesquisas ambientais

Metodista e RENCTAS em parceria para desenvolver pesquisas ambientais

A Universidade Metodista de São Paulo e a Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres (RENCTAS) firmam, amanhã (08/11), um convênio de colaboração em projetos e pesquisa. O convênio será assinado às 14h, em sessão solene no Campus Rudge Ramos da Metodista. Antes disso, acontecerá uma palestra no Auditório do Campus Planalto, às 11h, sobre os principais problemas ligados ao tráfico de animais silvestres no Brasil.

08/11/2005 09h38 - última modificação 10/03/2006 16h05

A Universidade Metodista de São Paulo e a Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres (RENCTAS) firmam, amanhã (08/11), um convênio de colaboração em projetos e pesquisa. O convênio será assinado às 14h, em sessão solene no Campus Rudge Ramos da Metodista. Antes disso, acontecerá uma palestra no Auditório do Campus Planalto, às 11h, sobre os principais problemas ligados ao tráfico de animais silvestres no Brasil. O convênio prevê a realização inicial de dois projetos de pesquisa que deverão constituir monografias dos alunos do Curso de Ciências Biológicas. O primeiro deles, sobre tráfico de animais silvestres na Mata Atlântica, visa levantar os principais problemas, espécies e pontos de animais traficados neste ecossistema. O segundo projeto trata de um levantamento – inédito - do tráfico de peixes e invertebrados marinhos da costa brasileira, que poderá contribuir para aumentar o conhecimento das ameaças a estes organismos. Os dois projetos serão orientados pela Profa Dra Waverli Maia Matarazzo Neuberger, coordenadora do curso de Tecnologia Ambiental da Metodista. Os projetos de cooperação compreendidos neste Protocolo podem incluir quaisquer assuntos técnicos, científicos, acadêmicos e culturais tratados por qualquer das duas Instituições. Sem exclusão de outros temas, será dada preferência para cooperação em combate ao tráfico de animais silvestres, bem como em atividades de apoio, como manejo, reprodução, etologia, zoologia e fisiopatologia de animais silvestres, ciências ambientais e conservação da biodiversidade. A seguir os itens do Protocolo: 1. Colaboração em projetos de pesquisa; 2. Organização de atividades conjuntas técnicas, científicas, acadêmicas e culturais, como cursos, conferências, seminários, simpósios, palestras, ou quaisquer outros tipos de eventos, com seus próprios recursos ou através de Instituições com as quais tenham intercâmbio; 3. Intercâmbio de pessoal técnico, de ensino e de pesquisa; 4. Intercâmbio de publicações e outros materiais de interesse comum. Sobre a RENCTAS Fundada em 1999, a Renctas é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, que combate o tráfico de animais silvestres. Baseada em Brasília-DF, desenvolve suas ações em todo o Brasil, por meio de parcerias com a iniciativa privada, o poder público e o terceiro setor. Outras informações podem ser obtidas no site da RENCTAS (www.renctas.org.br)
Comunicar erros


Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático