Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2005 / 08 / 12 / Relações Institucionais participa de reunião no Memorial da América Latina

Relações Institucionais participa de reunião no Memorial da América Latina

O Centro Brasileiro de Estudos da América Latina (CBEAL), orgão ligado ao Memorial da América Latina, reuniu os coordenadores de cinco cursos de Relações Internacionais da cidade de São Paulo, mais a assessora de relações institucionais da Universidade Metodista de São Paulo, professora Amália Fernandez Gomez, na manhã de quinta-feira, 4 de agosto.

12/08/2005 11h49 - última modificação 10/03/2006 16h04

O Centro Brasileiro de Estudos da América Latina (CBEAL), orgão ligado ao Memorial da América Latina, reuniu os coordenadores de cinco cursos de Relações Internacionais da cidade de São Paulo, mais a assessora de relações institucionais da Universidade Metodista de São Paulo, professora Amália Fernandez Gomez, na manhã de quinta-feira, 4 de agosto.

O objetivo do professor Eliézer Rizzo de Oliveira, diretor do CBEAL, era convidá-los a participar dos projetos do Memorial no campo acadêmico, científico e de reflexão sobre questões latino-americanas. A proposta foi muito bem recebida pelos participantes e, a partir dela, surgiram novas idéias. De imediato, todos aderiram ao Curso Internacional sobre Integração Latino-americana e Caribenha, que se realizará nos dias 29, 30 e 31 de agosto, no auditório da Biblioteca Latino-americana Victor Civita, no Memorial.

O professor Eliézer Rizzo abriu a reunião lembrando a relação privilegiada do Memorial, definida por lei, com as três universidades públicas paulistas (USP, Unicamp e Unesp), que inclusive têm assento no nosso Conselho Curador. Mas anunciou com satisfação a intenção de “ampliar o espectro acadêmico do Memorial”. O professor comentou ainda que, enquanto nas faculdades o pré-requisito é imprescindível, no Memorial “nossa qualidade é a diversidade. Ou seja, a diversidade dos alunos é a nossa maior riqueza, já que nossos cursos são abertos à população em geral, sem exigências prévias”.

A representante da Metodista, Amália Fernández Gómez, disse com cautela que é “muito fácil a gente se apaixonar, pessoalmente, por todos os projetos, mas deveríamos nos dedicar apenas àqueles que repercutem internamente na Universidade”.

“As associações entre concorrentes, ao invés de enfraquecê-los, fortalecem individualmente as universidades”, conclui a professora Amália Gómez, não por acaso coordenadora da Uniforum, rede regional que congrega 36 faculdades do ABC paulista.

O resultado da reunião deixou o diretor do CBEAL muito satisfeito. “Pelo visto, as instituições aqui presentes têm o potencial de desenvolver uma constelação de apoio e projetos mútuos. Constelação que vai, com certeza, ganhar novas adesões. O Memorial fica feliz por ter proporcionado esse momento histórico”, finalizou o professor Eliézer Rizzo.

Comunicar erros


Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático
Portlet de conteudo estático