Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Parceiro da Mondó, Itescs programa novas ações de transformação digital

Parceiro da Mondó, Itescs programa novas ações de transformação digital

Instituto utiliza sede da incubadora da Metodista para ações de empreendedorismo

31/01/2020 17h59

Schimitd e prof. Antero: ações conjuntas em favor da inovação e empreendedorismo

Parceiro da Universidade Metodista de São Paulo por meio da Incubadora Mondó, o Itescs (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul) colocou como um dos objetivos na nova gestão a implementação da Fábrica de Futuro, projeto que pretende capacitar jovens de escolas públicas para o mundo digital. Isso se dará com oferecimento de cursos de programação, lógica e comportamento, entre outros, oferecidos pelo próprio instituto, segundo anunciaram o presidente e o vice, Luiz Schimitd e Thiago Matsumoto, reeleitos para mais dois anos.

Mondó e Itescs são parceiros em ações de fomento ao empreendedorismo e inovação, com ênfase em startups. O Itescs usa a sede da Mondó no campus Vergueiro duas vezes por semana para desenvolver algumas ações de sua agenda, entre as quais cursos, palestras, missões empresariais, treinamentos, networking e eventos, como a posse da nova gestão na noite de 30 de janeiro.

“O foco não é só em empresas de tecnologia iniciantes (startups), mas tudo que qualifique para a transformação digital, como empreendedorismo e inovação. Nossos jovens ainda pensam em ter uma profissão como empregados numa corporação com carteira assinada. Precisamos incentivar as carreiras solo empreendedoras”, afirmou professor Antero Matias, coordenador da incubadora da Metodista e presente à solenidade de posse.

Empreendedorismo e inovação

Foi por abraçar o tripé tecnologia-empreendedorismo-inovação que o Itescs se aproximou da Mondó há alguns meses, já que sua origem em São Caetano em 2007 foi estimular primeiramente empresas de software em São Caetano. Agora transformou-se em uma entidade regional, associativista, e foi um dos criadores do ABC Valley em 2019, um ecossistema de inovação e empreendedorismo no Grande ABC.

Outra missão da nova gestão é também implementar a Coalizão ABC Digital, um braço regional do programa E-digital do Ministério da Ciência e Tecnologia lançado em 2018 para a transformação digital do Brasil. São pelo menos 100 ações estratégicas e um potencial de gerar US$ 115 bilhões ao PIB brasileiro em dois anos. Leia mais.

Na posse para o segundo mandato, Luiz Schimitd e Thiago Matsumoto apresentaram balanço dos dois anos anteriores, com realizações como palestras sobre bitcoin e cybersegurança, hackApae, criação de grupos temáticos e startups weekends. “Como resultado de muito trabalho nos últimos anos, atualmente fazemos parte do Parque Tecnológico e rota da inovação de Santo André e estamos presentes no projeto do Centro Tecnológico de São Caetano como parte integrante de apoio”, apontou.

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , ,