Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Empresas ainda resistem a investir em startups iniciantes, lamenta coordenador da Incubadora Mondó

Empresas ainda resistem a investir em startups iniciantes, lamenta coordenador da Incubadora Mondó

Professor fez palestra no capítulo São Bernado da Startup Grind

01/11/2019 18h59

Prof. Antero anuncia dois novos programas da Mondo para 2020: Jeito Startup de Ser - Acelerando as vendas e Jeito Startup de Ser - Acelerando sua empresa

Empresas do Grande ABC ainda não entenderam como ocorre a inovação por meio de parcerias com startups, o que impede desenvolver de forma vigorosa um ecossistema regional de empreendedorismo e inovação. “Ainda estamos na fase do caos, pois são algumas ações desorganizadas realizadas por entidades como universidades, institutos ou aficionados pelo tema, como startups que já estão faturando. Mas essa situação é comum num sistema que tem apenas pouco mais de um ano”, afirmou professor Antero Matias, coordenador da Incubadora Mondó, em palestra no capítulo São Bernardo da Startup Grind em 30 de outubro passado.

Ao falar sobre ensino de empreendedorismo e inovação no ABC e sobre programas da incubadora da Universidade Metodista de São Paulo, professor Antero lamentou que o investimento em ideias ou startups iniciantes ainda depende exclusivamente das universidades. Isso porque empresas agem como investidoras atrás somente de startups maduras e que estejam sólidas, na busca de grandes rentabilidades sobre o capital investido.

“Temos que tomar cuidado quando estamos mais preocupados em formar empresários do que empreendedores. Empreender é mais uma ação comportamental, que tem como objetivo gerar habilidades e competências na identificação de oportunidades, formação de equipes, resiliência, permissão ao erro e ao risco e na empatia, buscando soluções para os principais problemas da sociedade”, definiu o coordenador da Mondó, ao anunciar para 2020 dois novos programas no portfólio: Jeito Startup de Ser - Acelerando as vendas e Jeito Startup de Ser - Acelerando sua empresa.

Movimentos individuais

Mesmo definindo as empresas como “atores fracos” do ecossistema de empreendedorismo e inovação no ABC paulista, professor Antero elogiou a movimentação de alguns líderes desse ecossistema em busca de integração, de geração de dados e realizações que tenham o intuito de desenvolver esse ambiente.

A Startup Grind, por exemplo, é considerada a maior comunidade independente de startups, que educa, inspira e conecta mais de 2 milhões de empreendedores em mais de 600 capítulos. Fundada no Vale do Silício, seu foco é cultivar ecossistemas de startups, que estão em mais de 125 países por meio de eventos, mídia e parcerias com organizações como o Google for Startups. Em São Bernardo, o capítulo tem à frente Fernando Maquiaveli, empreendedor e consultor de Inovação e Estratégias para Transformação Digital com mais de 20 anos de experiência como executivo de TI e negócios. Entre outros, ele é mentor do programa Inovativa e Startup Weekend.

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , ,