Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Coordenador da Mondó aborda o crescimento de startups no DGABC

Coordenador da Mondó aborda o crescimento de startups no DGABC

Especialistas calculam que em cinco anos número seja 10 vezes maior, mas deve haver incentivos

13/08/2018 18h10 - última modificação 13/08/2018 18h09

As universidades devem se esforçar para estimular mentes empreendedoras no Grande ABC, quebrando a cultura de que se deve buscar carreiras apenas em multinacionais, afirma professor Antero Matias, coordenador da Mondó, incubadoras de empresas da Universidade Metodista de São Paulo. Em reportagem sobre o crescimento de startups na região, professor Antero lamenta que estudantes universitários desenvolvem projetos inovadores durante o curso, mas que acabam se perdendo. “A universidade deve incentivar que a pesquisa não fique na sala de aula. É preciso tirar do papel e vendê-la”, disse ao Diário do Grande ABC.

A matéria destaca que o ABC paulista conta com seis espaços de desenvolvimento de projetos inovadores entre incubadoras, laboratórios e parcerias tecnológicas. Destaca, porém, que mesmo com potenciais empreendedores e agentes relevantes, a região perde projetos que “fogem” para a Capital.

Leia a íntegra.

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , ,