Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Marketing / Notícias / Conexões e referências são importantes no marketing, aponta especialista

Conexões e referências são importantes no marketing, aponta especialista

Publicitária Raquel Sodré falou às turmas de Marketing no campus Vergueiro

29/03/2019 18h45 - última modificação 29/03/2019 18h46

Publicitária Raquel Sodré falou às turmas de Marketing no campus Vergueiro

O desafio de quem quer inovar não significa virar a tecnologia de ponta cabeça ou submergir no Vale do Silício, nos EUA. Muitas vezes a criatividade ou a solução de um problema está em coisas simples. “Uma situação difícil pode não estar no produto em si, mas na logística da sua entrega, por exemplo”, afirma Raquel Sodré, líder de Marketing e Inovação da Feira de Moda Inverno (FEIMI).

A publicitária falou às turmas de Marketing da Universidade Metodista de São Paulo na noite de 28 de março último sobre A criatividade do marketing e a inovação por meio de referências e enfatizou a importância de se estabelecer conexões e referências na carreira, assim como na vida pessoal. Referências porque geralmente são buscadas em gente bem-sucedida, e conexões porque são estabelecidas quando nos identificamos com marcas e pessoas.

“Essas conexões devem ser verdadeiras, sem muletas sociais, ou seja, sem rótulos de status de produtos, serviços ou quem aquela pessoa é. Conexões verdadeiras geram autenticidade e confiança em marketing”, definiu.

Além de entender “de verdade” os clientes, Raquel Sodré apontou algumas atitudes para construir referências e processos criativos. Começa por anotar tudo o que se vê, sobretudo ideias com as quais cada qual se identifique. “Carreguem um bloquinho no bolso”, aconselhou. Fazer o registro dessas referências, sejam imagens ou frases, é outra dica, que pode ser cumprida com a câmara do celular.

Contato pessoal

Também pesa muito estabelecer conexão física com pessoas e eventos. “Não fiquem só no LinkedIn e Instagram”, disse. Outra indicação é curtir e compartilhar tudo que signifique referência para os objetivos da pessoa, ou seja, usar a internet a seu favor.

Por fim, uma recomendação aparentemente corriqueira, mas valiosa: estar em constante mudança com aprendizados, como ir a locais novos em busca de referências: “Estava em San Diego e fui ao Vale do Silício sem conhecer nada de siglas e ambiente tecnológico, só para ver meu irmão vindo do Brasil e que estava lá numa visita de empresários. Me enfiei literalmente no grupo e conheci o máximo que pude. Um ano depois, comecei a trabalhar no Brasil na StarTUPI e não parei mais de acompanhar a explosão das startups”, contou a publicitária, em evento sediado no campus Vergueiro.

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , ,
COORDENADORA

LUCIANE DUARTE DA SILVA

Minicurrículo

 

 

Receba informações de oferecimento deste curso

 

marketing.png

Receba informações de oferecimento sobre esse curso:

X