Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Jornalismo / Notícias / Professora Marli dos Santos lança livro sobre hibridização do jornalismo

Professora Marli dos Santos lança livro sobre hibridização do jornalismo

Obra reúne textos de 15 autores que discutem as intersecções entre campos de atuação

09/06/2016 12h30 - última modificação 06/07/2016 20h12

Professora Marli dos Santos lança livro sobre hibridização do jornalismo

O jornalismo é uma profissão plural, que envolve o contato com muitas pessoas e com muitas áreas de atuação e, por vezes, o próprio profissional de jornalismo transita entre diferentes áreas. O livro "Fronteiras Híbridas do Jornalismo", organizado pelas professoras Marli dos Santos, da Universidade Metodista de São Paulo, e Ana Carolina Temer, da Universidade Federal de Goiás, fala sobre este tema.

“A hibridização sempre existiu: o jornalismo literário é um desses casos, da relação entre literatura e jornalismo. As charges e as caricaturas também, porém, as hibridizações foram potencializadas com as mídias digitais”, explica Marli, que é coordenadora do programa de Pós-Graduação em Comunicação da Metodista.

Com o crescimento e desenvolvimento das novas mídias, muitas mudanças vêm marcando a profissão do jornalista. Hoje, o profissional precisa se adequar às diversas formas de narrar, produzir e disseminar a informação. Marli destaca exemplos como a reportagem multimídia, ou hipermídia, a gameficação da informação, que é uma maneira de informar mais lúdica e interativa, além da participação e colaboração do cidadão que gera conteúdo e ajuda a disseminar a informação.

A obra é uma coletânea de textos e 15 autores convidados colaboraram com sua elaboração, entre eles pesquisadores da Metodista, ESPM, USP e UnB. Eles discorrem sobre questões ligadas à narrativa jornalística, produção e circulação de informação em tempos de tecnologias digitais.

A intersecção entre campos de atuação faz parte do dia-a-dia da profissão, mas ainda é vista com certa resistência por alguns jornalistas, por falta de informação ou apreensão diante às novidades. O livro propõe uma discussão sobre o jornalismo na atualidade e a potencialização dos aspectos positivos nessa realidade.

“Propomos, ao mesmo tempo, pensar na essência e nas fronteiras do jornalismo e em que medida hibridismos agregam valor ao mesmo, uma vez que a credibilidade é o que legitima o jornalismo como discurso social. O livro auxilia na formação de jornalistas e pode despertar nos profissionais uma reflexão das suas práticas e de outras que são apresentadas no livro”, pontua Marli.

O livro "Fronteiras Híbridas do Jornalismo" tem 288 páginas e foi publicado pela Editora Appris, especializada na publicação de obras técnico-científicas de diversas áreas. 

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , ,

RODOLFO MARTINO - COORDENADOR
rodolfo martino
Veja o Minicurrículo

 


 

jornalismo.jpg

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: