Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Jornalismo / Notícias / Para especialista, mesmo com a crise editorial, infografia oferece boas oportunidades

Para especialista, mesmo com a crise editorial, infografia oferece boas oportunidades

Palestrante ganhou três vezes o prêmio ESSO de Jornalismo por seu trabalho com infográficos

18/09/2019 18h10 - última modificação 20/09/2019 20h17

Na última segunda-feira (16), Luiz Iria foi palestrante convidado do curso de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo para compartilhar suas experiências no mercado de infográficos e sua visão para o futuro da profissão. Com mais de 20 anos de experiência, foi Diretor do Núcleo de Infografia da Editora Abril, e ganhou três vezes o prêmio ESSO de Jornalismo.

Ele ressalta que em um mundo visual e acelerado como o nosso, a informação deve ser precisa, facilmente compreensível e eficaz. Para conseguir isso, é preciso unir recursos visuais e textuais e construir narrativas bem amarradas, que captem a atenção do leitor e informem ao mesmo tempo.

Segundo o palestrante, uma pesquisa recente mostrou que os usuários leem apenas 28% das palavras em uma página, por isso os elementos visuais são tão importantes. “O infográfico tem três funções: informar com dinamismo e precisão; atrair e surpreender por meio das imagens; despertar emoções e sensações diferentes, de acordo com o assunto que tratar”, diz.

Apesar da crise da área editorial, afirma que existem muitas oportunidades na infografia, sobretudo com a evolução da tecnologia, como a possibilidade de criar infográficos interativos. “As empresas compreenderam que o conteúdo é muito importante e o conteúdo de marca tem crescido. Então, quem sabe fazer um conteúdo muito bom, encontrará oportunidades”. O profissional já desenvolveu trabalhos para grandes empresas, como IBM e Santander, por exemplo.

Iria também destaca que o trabalho de um infografista não é individual, mas elaborado em parceria com apuradores, editores e designers. Por fim, afirma que não é preciso, necessariamente, saber ilustrar para atuar na área, pois “o mais importante é saber pensar infograficamente. Como eu construo isso? Qual é a ordem de leitura?”.

Confira o site do palestrante com mais informações sobre sua história e trabalhos realizados.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , ,

EDUARDO GROSSI- COORDENADOR

Minicurrículo

Receba informações de oferecimento sobre esse curso:

X