Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Jornalismo / Notícias / Atlética estimula solidariedade e mobiliza 150 atletas para o JUCA 2019

Atlética estimula solidariedade e mobiliza 150 atletas para o JUCA 2019

Novo uniforme faz homenagem aos 15 anos da Bateria Makossa

10/05/2019 21h00 - última modificação 15/05/2019 18h32

Os Jogos Universitários de Comunicação e Artes (JUCA) deste ano vieram com uma porção de solidariedade na Universidade Metodista de São Paulo. O evento de apresentação da competição esportiva e do novo uniforme dos atletas, o Orange Day, também promoveu arrecadação de produtos de higiene pessoal para serem doados à Casa 1. A entidade acolhe pessoas em situação de rua, principalmente LGBTs.

O Orange Day foi realizado na noite de 9 de maio e encheu o Poliesportivo da Metodista. Participarão do JUCA-2019 pelo menos 150 atletas dos cursos de Comunicação da UMESP, que vestirão o tradicional uniforme em preto e laranja redesenhado mais uma vez pela Sports Pan, mas com a novidade de estampar a logomarca da Bateria Makossa na camiseta. O novo design homenageia os 15 anos de atividades da Makossa.

A direção da Atlética de Comunicação trouxe DJ para animar a noite, além de uma ativação da Red Bull, que será parceira da participação da Metodista no JUCA ao lado da empresa de formaturas Stillos. Os jogos estão programados para a cidade de Americana, no Interior paulista, de 20 a 23 de junho próximo. É a 26ª edição da competição, que teve a Metodista como sede da primeira disputa interuniversitária.

Segundo Leonardo Vallejo, presidente da Atlética, a Metodista estará presente com times masculinos e femininos em todas as modalidades: futebol, futsal, basquete, vôlei, handebol, rugby, tênis de mesa e de campo, além de xadrez e natação. A nova coleção casual e esportiva da Atlética teve direito a desfile na quadra, onde a Atlética também apresentou a um vídeo teaser dos Jogos Universitários de Comunicação e a programação de competições.

Casa 1

A Casa 1 está localizada no centro de São Paulo e funciona como república de acolhida para pessoas LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) expulsas de casa. Também fomenta um centro cultural, o Galpão Casa 1, que conta com atividades culturais e educativas gratuitas e inclusivas.

Outra frente é a Clínica Social Casa 1, com atendimentos médicos pontuais, psicoterápicos e terapias complementares. Suas ações são possíveis graças a doações. “Eles precisam de tudo, por isso decidimos que artigos de higiene pessoal seriam bem-vindos”, afirmou Leonardo Vallejo sobre as quase três caixas de material arrecadado pela Atlética.

  

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , , , ,

EDUARDO GROSSI- COORDENADOR

Minicurrículo

 

Receba informações de oferecimento sobre esse curso:

X