Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Jornalismo / Notícias / Alunos são contemplados pelo 27º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo 2010

Alunos são contemplados pelo 27º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo 2010

08/12/2010

08/12/2010 13h53

Com o tema “violência contra a mulher”, seis alunos do curso de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo ganharam o 2º lugar no 27º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo 2010. O trabalho foi realizado para a disciplina de Documentário para Televisão, no sexto semestre pelos estudantes André Costa, Gabriel Bonis, João Paulo Oliveira, Magda Andrade, Maryon Machado e Walkiria Tognoli.

A premiação, que neste ano teve como tema “Verdade, Justiça e Transparência”, tem como objetivo estimular trabalhos dos profissionais da área denuncia a violação e na vigilância ao respeito aos Direitos Humanos.  Os organizadores são o Movimento de Justiça e Direitos Humanos (MJDH) e a Ordem dos Advogados do Brasil/seção Rio Grande do Sul (OAB/RS).

Os alunos produziram uma reportagem especial de seis minutos, que aborda o drama da violência contra a mulher e o aumento no número de denúncias. O trabalho foi orientado pela professora Heidy Vargas.

“Queríamos um tema que fosse importante para a sociedade, mas que não tivesse sido muito trabalhado na mídia. No entanto, sabíamos que essa temática estava bem presente na imprensa, por isso decidimos seguir uma abordagem diferente. Optamos por fazer uma reportagem com caráter de serviço, ou seja, que trouxesse informações de como as mulheres poderiam se precaver da violência doméstica ou onde procurar ajuda”, explicou um dos integrantes do grupo, Gabriel Bonis, sobre a escolha.

Segundo a professora orientadora, o grupo teve um mês e meio para a realização e a maior dificuldade foi transformar as entrevistas em texto para TV. “Pesquisa e personagens eles conseguiram com investigação, mas fechar o texto foi o mais complicado”, completa a profa. Heidy.

Para Gabriel, as maiores dificuldades do grupo foram as gravações e edição. “Gravamos mais de 17 horas entre entrevistas e imagens que pudessem ser usadas para cobrir os offs de maneira correta. Além disso, gastamos cerca de 15 horas na ilha de edição para deixar a reportagem do jeito que queríamos.”

O vídeo concorreu com trabalhos do Brasil inteiro e também da América Latina. "Nunca pensamos que poderia ter esse resultado. Inscrevemos-nos no concurso apenas para ver como nosso trabalho seria recebido por pessoas de fora da Universidade. Foi uma grande surpresa termos ficado em segundo lugar neste prêmio, que é um dos mais importantes no quesito direito humanos do País”, afirmou o estudante.

A cerimônia se premiação ocorre no dia 10 de dezembro, na sede da OAB/RS, em Porto Alegre, às 20h,quando será celebrado o  62º aniversário da proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , ,

RODOLFO MARTINO - COORDENADOR
rodolfo martino
Veja o Minicurrículo

 


 

jornalismo.jpg

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: