Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Handebol / Handebol: equipes da Metodista/São Bernardo estreiam com vitórias em rodada dupla no Campeonato Paulista

Handebol: equipes da Metodista/São Bernardo estreiam com vitórias em rodada dupla no Campeonato Paulista

10/04/2015 17h08

Tainara brilha em sua estreia pela Metodista, no jogo de abertura do campeonato - Foto: Anderson Rodrigues

A noite desta quinta-feira (09) foi de celebração para as equipes da Metodista/São Bernardo. Os times feminino e masculino estrearam no Campeonato Paulista de handebol em rodada dupla e não poderiam ter obtido resultado melhor que duas vitórias. Jogando em casa, o clube venceu o Osasco (feminino) por 25 a 18 (11 a 10 no primeiro tempo) e superou o Taubaté por 26 a 25 (14 a 14), em partida eletrizante do clássico masculino.

O primeiro duelo da noite foi das meninas. O jogo também marcou a abertura do torneio no naipe feminino. As anfitriãs enfrentaram o Osasco, que retornou à competição após 10 anos de afastamento. O começo da partida foi de domínio da Metodista, que abriu vantagem de quatro gols em poucos minutos. Mas também em pouco tempo, as visitantes alcançaram o placar e ainda chegaram a virar e o restante da primeira etapa foi com os dois lados alternando a liderança.

Na volta do intervalo, o clube são-bernardense encaixou melhor o jogo e aumentou o domínio, voltando a se distanciar no marcador. Ainda assim, a partida ficou pouco movimentada, com as donas da casa forçando os erros das adversárias, não deixando espaço para reação, e aproveitando bem os contra-ataques e, desta forma, fechando o jogo com a diferença de seis gols. A estreante pela Metodista, Tainara Gonçalves, dividiu a artilharia com Ana Paula do Osasco, com ambas marcando sete gols.

Para Tainara, o time sentiu a falta de entrosamento neste início de temporada, em razão das novidades no elenco, como ela própria. “Com peças novas, o entrosamento não é o mesmo da equipe do ano passado, mas já estamos conseguindo encaixar certinho e acredito que vamos pegar o ritmo bem rápido”, disse a armadora.

Masculino

Se na partida feminina faltou um pouco de movimentação, no duelo masculino sobrou. Desde o apito inicial, Metodista e Taubaté pareceram não sentirem falta de ritmo e jogaram um verdadeiro clássico. As equipes atuaram com velocidade, mesmo que em um primeiro momento estivessem com cautela, se estudando e se respeitando bastante, ambas procuraram os espaços com movimentos rápidos. Por este motivo, o primeiro tempo seguiu com nenhum dos times conseguindo ficar por mais que um minuto com dois gols de vantagem e terminou empatado.

No segundo tempo, era nítida a maior disposição de atacar pelos dois lados, com os clubes utilizando passes rápidos e arriscando mais nas finalizações. A Metodista conseguiu se estabilizar na frente do placar da metade da etapa em diante, quando aproveitou bem dois erros de ataque dos adversários, convertidos em gols a favor dos donos da casa.

Nos últimos minutos, o time ainda conseguiu ficar com três gols de diferença, mas a emoção maior ainda estava por vir. Já no minuto final, o Taubaté diminuiu a diferença para um gol, deixando a partida em aberto, pois o último ataque que a Metodista poderia fazer com o tempo que restava não foi bem finalizado e os últimos segundos ficaram por conta do contra-ataque da equipe do Vale do Paraíba, que foi interrompido com uma falta próxima à linha dos sete metros. Com o cronômetro paralisado faltando menos de dez segundos, a defesa da Metodista e o ataque do Taubaté se ajeitaram para a provável jogada ensaiada que viria. Quando o árbitro autorizou a cobrança, o time taubateano se movimentou bem, mas não conseguiu “furar” a defesa e não pôde fazer a última finalização, o que decretou a vitória do clube são-bernardense.

Recém-chegado ao clube do ABC, o goleiro Leandro Dias, que veio do São José dos Campos, foi um dos responsáveis por não permitir um avanço maior do oponente, com defesas de lances difíceis. O arqueiro, porém, dá crédito ao grupo pelo resultado e lembra que é necessário “manter os pés no chão”, pois este é apenas o primeiro jogo da temporada. “Eu não fiz o trabalho sozinho, eles me ajudaram muito na defesa me colocando em uma condição boa. O Taubaté é um time que vem se reforçando anualmente, sendo uma das mais fortes e jogamos no mesmo nível que eles e ganhamos. Isso só exalta o potencial da equipe, significa que estamos no caminho certo”, afirmou o defensor.

O técnico da Metodista/São Bernardo/Besni, José Ronaldo, o SB, foi ainda mais cauteloso. “Estamos no início de temporada e tem jogadores novos chegando, precisa pegar conjunto. O time teve algumas precipitações, mas são erros aceitáveis por ser o primeiro jogo do ano”.

Agora os times de São Bernardo voltam às quadras no dia 15 de abril, também em rodada dupla e os adversários serão as equipes do XV de Piracicaba, que serão os mandantes de jogo.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , ,
EQUIPE FEMININA
EQUIPE MASCULINA