Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Handebol / Em noite vitoriosa, Metodista/São Bernardo assume liderança do Paulista e avança na Liga Nacional de Handebol

Em noite vitoriosa, Metodista/São Bernardo assume liderança do Paulista e avança na Liga Nacional de Handebol

Time masculino venceu o São Caetano no estadual, assumindo a liderança isolada. Equipe feminina superou o Vasco/FAB-RJ e avança no torneio nacional

18/09/2015 12h10 - última modificação 18/09/2015 15h35

Douglas, destaque da Metodista na partida contra São Caetano (clique para ampliar) - Foto: Anderson Rodrigues

A Metodista/São Bernardo teve uma noite vitoriosa nesta quinta-feira (17), com um triunfo no Campeonato Paulista de Handebol Masculino e outro na Liga Nacional Feminina. Primeiro, o clube superou o São Caetano por 41 a 29 (21 a 18 no primeiro tempo) no estadual e, depois, passou pelo Vasco/FAB (RJ) por 23 a 16 (14 a 09 no primeiro tempo), na competição nacional. As partidas aconteceram no ginásio Vitório Zanon (Baetão), São Bernardo do Campo, e os resultados colocam as equipes em boa posição nos respectivos torneios.

O primeiro confronto foi o masculino, pelo Paulista. A etapa inicial careceu de nível técnico, com os dois times apáticos, cometendo muitos erros, principalmente de ataque, o que marcou certo equilíbrio no placar. O São Caetano ficou na frente a maior parte do tempo, sempre por um gol de diferença, com a Metodista virando a situação poucas vezes. Os donos da casa só tomaram a frente do marcador efetivamente aos 21 minutos, quando abriu dois gols, aumentando a vantagem para três no final do período.

Para quem estava sob os olhares do técnico da Seleção Brasileira Masculina de Handebol, Jordi Ribeira, que estava na plateia, o desempenho baixo das equipes não foi positivo para os atletas. Porém, na volta do intervalo, o panorama mudou. A Metodista retornou com o sistema ofensivo alterado, valorizando mais as jogadas estratégicas e não tanto as individuais e pelas pontas. O armador Douglas puxou mais a responsabilidade no lugar de Jeison, mais uma vez, muito marcado pelos adversários. A tática funcionou e o time são-bernardense dominou o segundo tempo, com ataques rápidos, alargando a vantagem. Mesmo com o São Caetano ainda chegando bem na linha de frente, já não era possível alcançar os anfitriões do jogo.

O técnico da Metodista, José Ronaldo, o SB, esperava um duelo disputado e trabalhou pela vitória, mas se surpreendeu com o placar final. “O jogo foi muito disputado, como já era previsto. Apesar de um pouco de dificuldade de acerto no setor ofensivo, nosso ataque foi muito eficiente depois que nos reorganizamos, mas eu não esperava tantos gols como hoje.”

A reorganização do clube são-bernardense também foi vista pelo técnico da seleção. Jordi, que foi convidado a entregar o prêmio de destaque da partida ao atleta Douglas, disse que “a Metodista está se ajeitando, chegando ao nível máximo. No primeiro e segundo tempo, quando se acertou, ficou uma diferença muito clara.”

Com o resultado, a Metodista assume a liderança absoluta do Campeonato Paulista e permanece a única invicta da competição. Os quatro classificados para a próxima fase já estão definidos, sendo, além da Metodista, o Taubaté (2º), Pinheiros (3º) e São José dos Campos (4º). As posições na tabela entre os classificados ainda pode mudar nas últimas três rodadas, mas apenas os times são-bernardense e taubateano têm possiblidade de terminar em primeiro lugar.

O próximo compromisso da metodista/São Bernardo/Besni pelo Paulista será já neste sábado (19), contra Ribeirão Preto, às 14h, também no Baetão.

Liga Nacional Feminina

Se no jogo masculino o nível técnico demorou a engrenar, na partida entre Metodista/São Bernardo e Vasco/FAB-RJ pela Liga Nacional Feminina, a disputa foi acirrada e bem disputada desde o início. Neste duelo, os setores defensivos tiveram a maior atuação e foram o motivo do marcador ficar em 23 a 16 para a Metodista.

Nos minutos iniciais, a Metodista já foi abrindo uma vantagem de 06 a 02. O Vasco/FAB não deu sossego, chegava ao ataque e também contra-atacava bem, mas não chegou a ameaçar a vitória da Metodista, nem mesmo assumiu a liderança do placar, mas mostrou resistência o jogo todo.

O placar final baixo não foi reflexo de pouco rendimento ou falta de criatividade ofensiva, mas sim, de defesas fortes dos dois lados. Em especial, a goleira e capitã da equipe são-bernardense, Ariadne, defendeu lances difíceis, que quebraram muitas vezes a reação das cariocas. A arqueira chegou ficar, ao todo, mais de dez minutos sem sofrer gols no segundo tempo.

Mas do mesmo modo que as donas da casa barram as ofensivas das adversárias, as visitantes também formaram um paredão, interrompendo muitas investidas das anfitriãs. Mas a Metodista contou com jogadas estratégicas de velocidade para chegar ao gol, com destaque para a armadora Tainara Gonçalves, que furou o bloqueio do Vasco/FAB oito vezes, sendo a artilheira da partida e mostrando o porquê de ter sido convocada para a Seleção Brasileira Feminina, junto da colega de clube Célia Costa.

O técnico da equipe são-bernardense, Eduardo Carlone, explicou que no segundo tempo buscou trabalhar de um modo que preservasse mais o rendimento físico de seu grupo, mas que isso em alguns momentos não foi muito positivo. “Eu fiz algumas mudanças táticas, para manter o ritmo de jogo, de modo que também pudesse descansar as jogadoras, já que precisaremos muito do físico daqui em diante. Mas isso também fez cair o número de gols”, disse o treinador.

Para a goleira Ariadne, “a defesa se comportou muito bem, saindo nos momentos certos e eu conseguia visualizar melhor os arremessos”, disse a capitã, ressaltando o coletivo no setor defensivo, de modo que colaborasse para seu trabalho.

Com o resultado, a Metodista/São Bernardo fica mais próxima da liderança com o Concórdia (SC). O clube já terá um desafio importante pela Liga neste sábado, quando vai para São José dos Campos enfrentar o time da cidade. O jogo será às 11h, no ginásio de Altos de Santana.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , ,
EQUIPE FEMININA
EQUIPE MASCULINA