Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Gestão e Negócios / Notícias / Todos podem dar o melhor de si, ensina presidente da Bombril

Todos podem dar o melhor de si, ensina presidente da Bombril

Em palestra e gravação de aula para alunos da Metodista, Marcos Scaldelai fala como chegou ao topo da Bombril “sendo 100%”

26/08/2015 18h05 - última modificação 17/03/2016 14h35

Scaldelai e Silvia (sentados); profs. Laércio, André e Andrea (atrás)

Chegar à presidência de uma empresa líder não é para amadores. Mas é perfeitamente possível para jovens com 30 e poucos anos. Quem garante é Marcos Scaldelai, ele mesmo símbolo de como dedicação, compromisso, competência – e um pouco de sorte, claro – podem abreviar uma trajetória profissional de sucesso. Scaldelai chegou ao topo da Bombril há dois anos, com apenas 36 anos de idade, e está rejuvenescendo essa marca lendária para reposicioná-la junto a mulheres jovens como ele que estão no mercado de trabalho e precisam conciliar carreira com vida doméstica. E também junto aos homens “modernos”, cada vez mais chamados a ajudar nos afazeres de casa.

“Estamos usando o marketing como coração da companhia. A Bombril é uma empresa de marca e precisamos de comunicação diferenciada para essa nova consumidora entre 25 e 40 anos”, diz o CEO, que nessa estratégia escalou a cantora Ivete Sangalo como protagonista da campanha para substituir ninguém menos que o decano garoto-propaganda Carlos Moreno, além de diversificar o mix para cerca de 400 itens. Esse portfólio faz da empresa a maior fabricante brasileira de produtos de higiene e limpeza doméstica, indo muito além das conhecidas esponjas de aço -- só não faz vassoura e balde.

Marcos Scaldelai falou a alunos dos cursos de Gestão da Universidade Metodista de São Paulo dia 26 último e gravou na véspera depoimento para as turmas EAD, nas duas oportunidades discorrendo sobre seu livro “99,9% não é 100%. Você Pode Mais”, recém-lançado pela Editora Gente. O título, segundo ele, inspira sua própria trajetória e incentiva quem deseja empreender ou avançar na carreira que é possível dar o melhor de si em todas as situações.

Mão na massa

Além de especialistas em suas áreas, o presidente da Bombril sugere aos profissionais serem generalistas e “hands on”, ou seja, colocar a mão na massa e estar pronto para qualquer tarefa, sobretudo em momentos de dificuldades econômicas como o atual. Segundo sua visão, pessoas são prioridade zero em uma organização que queira transforma-se na cultura e ajustar seus processos. E o primeiro passo é desenvolver suas competências, cada qual conforme o perfil individual.

Marcos Scaldelai descreve no livro o que chama de 4 competências básicas. Começa pela visão de empreendedorismo, por meio da qual cada funcionário deve sentir-se dono da empresa para ativar seu comprometimento. Depois vem o senso de urgência, pelo qual tudo “deve ser para ontem” e todos devem se ajudar numa equipe. A seguir, o “brilho nos olhos”, daqueles que querem mudar o clima na empresa, que têm paixão por ela e desejam transformá-la. E por fim a excelência, a entrega do resultado final com qualidade e competência. A Bombril dispõe de um consultor para treinar todos os funcionários nessas habilidades.

Mesmo admitindo que a rapidez com que ascendeu profissionalmente é incomum, Scaldelai diz que não se deve queimar etapas. “É importante vivenciar tudo, para aprender e adquirir maturidade. Quando a oportunidade surgir, você estará preparado. Não pulei nenhuma etapa da vida e desenvolvi estratégias para todas elas”, afirmou na gravação que fez para os professores Andrea Duarte (Gestão de Recursos Humanos), Laercio Bento (Marketing), Silvia Tanigucchi (Processos Gerenciais) e André Pelarin (Gestão Comercial).

Marcos Scaldelai ingressou na Bombril em 2010 como diretor de Marketing. Assumiu também a Diretoria Comercial e se tornou presidente em 2013. Formado em Propaganda e Marketing pela ESPM e com MBA em Gestão de Negócios pela USP, tem passagens pelo Instituto de Pesquisa e Mercado Nielsen e por empresas do segmento alimentício como General Mills e Bertin

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
PÓS-GRADUAÇÃO
PUBLICAÇÕES