Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Teóloga metodista Nancy Cardoso Pereira deixa Universidade Bíblica Latino-Americana

Teóloga metodista Nancy Cardoso Pereira deixa Universidade Bíblica Latino-Americana

06/05/2013 12h25 - última modificação 06/05/2013 12h48

A teóloga metodista brasileira Nancy Cardoso, empossada no cargo no final do mês de março passado, renunciou à função de reitora da Universidade Bíblica Latino-Americana (UBL). Em carta divulgada no dia 30 de abril ela explica os motivos, entres eles questões administrativas e acadêmicas.

Víctor Liza Jaramillo/Agência Latino-Americana e Caribenha de Notícias
San José, sexta-feira, 3 de maio de 2013


Decisões questionáveis, tomadas antes de sua chegada à instituição, criaram dificuldades institucionais, envolvendo questões financeiras e administrativas que não permitem “que a UBL tenha um orçamento confiável em fins de abril”, arrolou.  

A teóloga brasileira não concordou com a demissão de um dos servidores “que teria que responder por recursos desviados”, assim que não se sente em condições de tomar as devidas providências no caso.

Na carta, Nancy destacou que, com o apoio do Conselho Administrativo, começou a renovar a administração da casa e criou mecanismos de controle e transparência que precisam ter seguimento. Mas, destacou,  não pode assumir responsabilidades que vêm do ano passado.

A ex-reitora questiona, ainda, o projeto de latino-americanidade da UBL que, por decisões tomadas em agosto de 2012, como o cancelamento de unidades no exterior, fecharam “seu horizonte político, pedagógico e teológico, criando importantes obstáculos para a efetiva realização de sua missão”. Nancy frisou, ainda, que boa parte do corpo docente da casa não mostra vontade política para mudar os rumos da instituição.

A pastora brasileira agradeceu a acolhida que teve ao chegar à UBL, em especial da parte de estudantes e voluntários.

A Associação Educativa Teológica Evangélica (AETE), com sede em Lima, embora frustrada e consternada, respaldou a renúncia de Nanci do reitorado da UBL. A entidade peruana era uma das unidades no exterior que foi cancelada e que deu continuidade no Peru ao que a UBL iniciara.  

Líderes da AETE vinculam a renúncia da teóloga brasileira à “impossibilidade de concretizar uma proposta à UBL por causa das dificuldades encontradas no interior da instituição”. A associação peruana está preocupada com a “perda progressiva do projeto latino-americano”, o que se deve à centralização da UBL em sua sede costaricense.

A carta da AETE lembrou que a saída de “docentes de indiscutível prestígio”, como Sílvia Regina, do Brasil, Cristina Ventura, da República Dominicana, e Jaime Prieto, da Costa Rica, manifesta a crise institucional da UBL.

A AETE defende a necessidade urgente de retomar o projeto latino-americano que acompanha a UBL desde o seu nascedouro. “Esse será o caminho mais adequado para solucionar as dificuldades atuais da instituição”, conclui.

LEIA A CARTA NA ÍNTEGRA (em espanhol) na fanpage da FaTeo no Facebook: https://www.facebook.com/MetodistaFaTeo

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: