Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Sob o tema “Quantos pães vocês têm?” o mundo orará pelo Chile no Dia Mundial de Oração

Sob o tema “Quantos pães vocês têm?” o mundo orará pelo Chile no Dia Mundial de Oração

04/03/2011 14h00 - última modificação 04/03/2011 14h58

O Dia Mundial de Oração é celebrado em mais de 170 países e regiões na primeira sexta do mês de março. A data refere-se a uma relação permanente de oração e serviço que reúne mulheres de distintas raças, culturas e tradições na fraternidade ecumênica. O tema e a liturgia de 2011 estiveram a cargo das mulheres do Chile.

Fonte: ALC Notícias

O Comitê do Dia Mundial de Oração, DMO 2011, considera que o tema “Quantos pães vocês têm?” é um convite a entrar em um processo que leva a ler a Bíblia no contexto do Chile, nas situações reais das vidas e comunidades. Este ano os estudos da Bíblia encontram-se em 1 Reis 17.8-16 e Marcos 6.30-44.

A viúva de Sarepta, 1 Reis 17, narra a história de uma mulher com uma pequena quantidade de azeite e farinha, que deve compartilhar o que tem durante uma fome severa. “Este relato tem um significado especial para o Chile e sua história marcada por momentos de extrema exploração”, dizem as organizações do DMO 2011.

Em quatro histórias que se contam na liturgia preparada, as mulheres descrevem criticamente quando as pessoas optaram por resistir ao mal mediante a formação de comunidade. O propósito é que as mulheres sintam-se encorajadas a considerar os tempos em seu país ou comunidade, quando o mal foi vencido por pessoas que agiram juntas em prol do bem comum.

O relato de Marcos 6 mostra as multidões que escutavam Jesus e tinham fome. Os discípulos de Jesus lhe aconselham: “despeça-os... para que possam comprar algo para comer...” Jesus responde dizendo aos discípulos: “Dê-lhes vós mesmos de comer”. Parece aos discípulos que Jesus não compreende plenamente a situação. Ainda se tivessem os salários de 200 homens não poderiam comprar pão para toda aquela gente. No entanto, Jesus mantém sua posição de lhes dar algo para comer. “Quantos pães tendes?” Após a busca, eles descobrem cinco pães e dois peixes. Esta quantidade, entretanto, é tão pobre como a farinha e o azeite à disposição da viúva de Sarepta.

No culto deste ano, pede-se que se formem grupos pequenos para responder à pergunta: “Quantos pães vocês têm? Quais são os seus dons?  O que se pode compartilhar?”

 

Um pouco de história

O movimento convida a todas as mulheres que afirmam sua fé em Jesus Cristo e compartilhem suas esperanças e temores, suas alegrias e prantos, suas oportunidades e necessidades. Igualmente, convida-as a que estejam conscientes do mundo que as rodeiam e do qual não vivem isoladas; que se enriquecem com a experiência de fé dos cristãos de outros países e culturas; a assumir as cargas de outros, orando com eles e por eles; a reconhecer seus próprios talentos e usá-los no serviço à sociedade.

As origens do Dia Mundial de Oração remontam ao século 19, quando as mulheres cristãs dos Estados Unidos e Canadá iniciaram atividades cooperativas em apoio à participação das mulheres na obra missionária nacional e estrangeira.

Em 1941, a coordenação do Dia Mundial de Oração nos Estados Unidos chegou a ser responsabilidade de um movimento interdenominacional conhecido agora como “Mulheres Unidas da Igreja”. A coordenação com outros países realizou-se por meio da Conferência de Missões Estrangeiras da América do Norte.

O culto do Dia Mundial de Oração tem um tema especial cada ano, escolhidos na reunião quadrimestral do Comitê Internacional do DMO.

 

 

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: