Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Reitor da FaTeo volta dos EUA trazendo novas possibilidades de convênios internacionais

Reitor da FaTeo volta dos EUA trazendo novas possibilidades de convênios internacionais

11/10/2013 17h25 - última modificação 11/10/2013 17h36

As fotos abaixo falam um pouco da rotina do professor Paulo Roberto Garcia, reitor da FaTeo, entre os dias 20 de setembro e 10 de outubro, quando ele participou de intercâmbio acadêmico na Candler School of Theology da Emory University, em Atlanta, EUA : reuniões, muitas reuniões. De manhã, tarde, noite, durante as refeições...  Além, é claro, de aulas e conferências assistidas ou proferidas, uma vez que o objetivo primordial da viagem  foi a troca de conhecimentos teológicos e experiências ministeriais entre Brasil e Estados Unidos.

Na primeira foto,da esquerda para a direita:Jonathan Strom, coordenador de Projetos Acadêmicos Internacionais da Candler School of Theology; Luís Wesley, ex-aluno da FaTeo e professor da Candler e prof. Paulo Garcia. Na foto do meio, o professor Paulo em uma reunião/jantar no ITC - Interdenominacional Theological Center - Instituição Teológica com ênfase Afro-Americana. Na foto da direita, o professor Paulo ao lado de Rena Yocom, Assistente Geral da Divisão de Ministério Ordenado da Igreja Metodista Unida e Reverendo Stephen Bryant, que atua na Junta Geral de Discipulado da Igreja e esteve na FaTeo no ano passado, ministrando palestras na Semana de Estudos Teológicos 2012.

 

Quando viajam, as pessoas costumam voltar com as malas mais cheias do que quando partiram. No caso do professor Paulo, foi a cabeça que voltou repleta de ideias de futuras parcerias com instituições de ensino no exterior. A viagem à Atlanta, com passagens por Nova York, onde fica o escritório da Junta Geral de Ministérios Globais, e Nashville, na Junta Geral de Educação Superior e Ministérios, ambos órgãos da Igreja Metodista Unida, teve como resultado estreitar os laços de cooperação que, em futuro próximo, gerarão novos projetos.


Velhos amigos
As duas instituições já têm muita história em comum. Começou com o aluno de teologia Luís Wesley, da Sexta Região Eclesiástica da Igreja Metodista que, após se tornar professor da Candler, na Emory University, buscou manter contato com o Brasil.  Depois de uma visita à FaTeo com alguns de seus alunos, o professor Luís Wesley foi um dos idealizadores dos cursos on-line à distância – em tempo real, com alunos brasileiros e norte-americanos interagindo durante o curso – que as duas instituições vêm realizando desde o ano de 2011. Depois, estabeleceu-se um programa de intercâmbio discente: a FaTeo recebeu a aluna Haley Mills e, na sequência, enviou o aluno Rodrigo Ribeiro.

Entre os docentes, foi a professora Margarida Ribeiro que iniciou o programa de intercâmbio, em 2012. O programa prosseguiu com a vinda do professor Rex Dale Matthews, docente da Candler, entre os dias 17 de maio e 8 de junho de 2013 e, agora, chega à terceira etapa com a ida do professor Paulo Garcia. O docente da Candler School of Theology que sucederá o professor Paulo Garcia, reitor da FaTeo, no programa de intercâmbio entre as duas instituições já está definido:  será o professor Gregory Ellison, docente da área de pastoral, que virá à FaTeo em 2014.

Orgulho santo

O reitor da FaTeo conta que todas essas viagens foram viabilizadas graças a uma verba que a Candler recebeu e destinou  a  um amplo projeto de parcerias com instituições na Ásia, África e América Latina. É a instituição americana que cobre os gastos dos/as intercambistas que vêm ao Brasil e dos/as que vão aos Estados Unidos.

Para decidir em quais instituições teológicas seriam estabelecidos esses convênios, o Dr. Jonathan Strom, coordenador de Projetos Acadêmicos Internacionais da Candler School of Theology, fez muitas viagens e visitou diversas instituições de ensino pelo mundo.  “No Brasil, depois de contatos com a Faculdade de Teologia e com a Universidade Metodista de São Paulo, por intermédio do reitor Márcio de Moraes e da assessora de Relações Internacionais Vanessa Martins, ele se decidiu pela FaTeo”, conta o professor Paulo, com justificado orgulho.
Nos dias em que esteve na Candler, assistindo e ministrando aulas, o reitor pôde constatar, com imensa satisfação, que a qualidade acadêmica da instituição que coordena em nada fica a dever à sua parceira norte-americana. Mas, na qualidade de reitor, sua presença na Candler não se limitou à experiência acadêmica: ele cumpriu uma agenda de reuniões que podem ampliar as possibilidades de integração entre Brasil e Estados Unidos.

Novos projetos
Na Junta Geral de Ministérios Globais, em Nova York, o professor Paulo conversou sobre a possibilidade de um projeto de bolsa de estudos que traga à FaTeo estudantes de outros países da América Latina, por meio do apoio de Brasil e Estados Unidos às igrejas do Conselho de Igrejas Metodistas da América Latina e Caribe (Ciemal).  Em  Nashville, na Junta Geral de Educação Superior e Ministérios, participou de reuniões de planejamento do próximo encontro de avaliação do Projeto SOL-África, que ocorrerá em janeiro, na FaTeo, contando com a participação de lideranças das Igrejas Metodistas de Angola e Moçambique. Com o reverendo Stephen Bryant, da Junta Geral de Discipulado, estudou a possibilidade de publicações de e-books, numa parceria entre a Igreja Metodista Unida e a Editeo. Ainda em Nashville, visitou a Vanderbilt University, com quem a FaTeo cultiva um profícuo diálogo que pode resultar no estabelecimento de bolsas para o Programa de Pós Graduação em Ciências da Religião.

Segundo o professor Paulo Garcia, o ritmo da viagem foi intenso, cansativo, mas profundamente gratificante, seja do ponto de vista pessoal como acadêmico. “Foi bom ver que, academicamente, nosso trabalho está em sintonia com o trabalho deles". Institucionalmente a viagem também foi extremamente positiva, avalia o reitor. E graças aos laços de cooperação que a FaTeo mantém no exterior, agora ainda mais fortalecidos, novos projetos devem nascer em futuro próximo, fazendo do ensino teológico metodista uma referência que ultrapassa os limites da América Latina.




Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: