Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Protestantismo brasileiro perde Professor Nabor Nunes Filho

Protestantismo brasileiro perde Professor Nabor Nunes Filho

15/02/2013 11h25 - última modificação 15/02/2013 11h25

Um infarto repentino deixou uma triste lacuna no Protestantismo brasileiro – e, em especial, em sua hinologia. Faleceu, nessa quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013, o professor e pastor Nabor Nunes Filho.  Ele foi sepultado no Cemitério de Americana, interior de São Paulo, onde residia.

De origem Batista, Nabor Nunes Filho cursou teologia no Seminário Batista do Norte, de Recife. Na Unimep, Universidade Metodista de Piracicaba, ele foi professor de Teologia e Cultura na, UNIMEP, por muitos anos. Reconhecido por suas contribuições no campo da hinologia e da música sacra do protestantismo brasileiro, é de Nabor Nunes Filho a cantata de natal “O Esperado”, toda em ritmos e poesias brasileira, o “Pai Nosso Sertanejo”, o  “Creio em Deus” e outras composições que marcaram época. Veja em

http://www.youtube.com/watch?v=Jc0sbFExCCA

 

Seu currículo Lattes revela a vasta contribuição em termos de arranjos e composições no campo da música popular e da hinologia protestante.

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4772603Y6

 

Algumas informações sobre o Nabor, que estão disponíveis na Internet:

 

Nabor Nunes Filho é músico desde os oito anos de idade, quando tocava requinta na banda de música de Itabaiana, juntamente com o saxofonista Xaréu e outros grandes músicos itabaianenses daquela época. Além de músico, Nabor Nunes Filho é escritor e poeta, ensaísta, pesquisador, cordelista, memorialista, pensador, ativista e produtor cultural, pianista e compositor.

Nabor Nunes Filho é descendente de uma família de poetas de literatura de Cordel e de repentistas nordestinos, entre os quais o poeta Paulo Nunes Batista, Agostinho Nunes, Ugolino Nunes e Nicandro Nunes. Entre 1965 e 1969, fez o curso de Bacharel em Teologia, no Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil, em Recife, Pernambuco. Entre 1970 e 1972, fez o curso de Bacharel em Música Sacra, no mesmo Seminário do Norte. Entre 1992 e 1994, concluiu o curso de Mestrado em Educação, na Universidade Metodista de Piracicaba, defendendo a tese “EROS E HUMANIZAÇÃO”. (http://pccn.wordpress.com/2010/01/07/artistas-de-itabaiana-nabor-nunes-filho/)

 

Abaixo, um poema autobiográfico:

 

“Sou músico, escritor e poeta. Nasci em Itabaiana, Paraíba. Moro em Americana, São Paulo.

Defino-me conforme segue abaixo:

Sou.....

um exilado

de todas as nações,

um estranho

em todos os lugares,

o avesso

de todos os tecidos,

fugitivo

de todas as prisões,

um vilão

de todas as histórias,

um assíduo

em todas as solidões,

um leigo

em todas as disciplinas,

um anátema

de todas as doutrinas,

um desvio

de todas as direções.”

 

Elevemos ao Senhor nossas orações de gratidão por esse talento dedicado ao Reino e nossas súplicas por conforto e paz aos familiares e amigos/as que sofrem essa perda.

 

Informou: Prof. Luis Cardoso/COGEIME

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: