Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Professora da FaTeo dá início a programa de intercâmbio docente com a Candler

Professora da FaTeo dá início a programa de intercâmbio docente com a Candler

21/02/2013 14h35 - última modificação 14/03/2013 14h12

A professora Margarida Ribeiro ministrou aulas nos Estados Unidos entre dezembro e janeiro.  Em maio chega ao Brasil o professor Rex Dale Matthews. E a aluna Halley Mills, que estudou na FaTeo no semestre passado, ganhou bolsa de estudos na ONU com projeto desenvolvido no módulo Igreja e Sociedade

 

A parceria entre a Faculdade de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo e a Candler School of Theology da Emory University, de Atlanta, EUA, deu mais um fruto. Depois dos cursos online em tempo real -- que reuniu estudantes brasileiros e norte-americanos (veja aqui) –  e da vinda da primeira aluna da Candler à FaTeo (clique aqui), começou o programa de intercâmbio docente. E quem deu o “pontapé inicial” foi a professora Margarida Ribeiro, que esteve na Faculdade de Teologia da Candler entre os dias 28 de dezembro de 2012 e 27 de janeiro de 2013.

Na Candler, a professora Margarida ministrou um curso intensivo a respeito do tema “Ministérios específicos e sociedade em perspectiva brasileira”.  Durante duas semanas, das nove da manhã às três da tarde, ela compartilhou com os estudantes de Teologia os desafios sociais que motivam a missão da Igreja no Brasil. A professora Margarida conta que,  na introdução, deu um panorama geral sobre cultura e teologia brasileiras.  Depois, abordou os ministérios leigo e clérigo numa perspectiva bíblica e teológica e, em seguida, a atuação das Igrejas na sociedade, citando a interação com as organizações não governamentais e a participação em políticas públicas, dentre outros assuntos.

Nessa parte do curso, os estudantes da Candler puderam conhecer exemplos do trabalho social metodista, como os ministérios com o Povo de Rua e o Projeto Meninos e Meninas de Rua, que tem o apoio da FaTeo desde o início e conta, atualmente, com a professora Margarida na diretoria.

A parte final do curso foi dedicada ao ministério feminino. A professora Margarida falou sobre o embasamento bíblico, a historiografia da atuação feminina no protestantismo (tema de sua tese de doutorado transformada no livro Rastros e Rostos do Protestantismo Brasileiro: uma historiografia de mulheres metodistas), o ministério pastoral feminino no Brasil e na América Latina, a Rede de Pastoras Metodistas criada no Brasil em maio do ano passado, e sobre o Centro Otília Chaves, espaço de reflexão e ensino que ela coordena.

A boa repercussão do curso, com avaliações elogiosas dos/as estudantes, agradou à professora mas o que a deixou mais animada foi a intensa participação da classe durantes as aulas. “Pudemos construir juntos. Na classe havia estudantes oriundos/as de países africanos como Uganda, Quenia e República do Congo, além dos norte-americanos.  A perspectiva brasileira e sulamericana uniu-se com a visão norteamericana e africana, dando uma interessante noção de conjunto”, afirma a professora.

Tal foi o interesse dos alunos pelo debate que ninguém arredava pé da sala de aula durante o almoço, conta Margarida. Logo nos primeiros dias os alunos desenvolveram o hábito de levarem lanches para serem compartilhados no intervalo do almoço, dentro da sala.  No último dia do curso o lanche ficou a cargo da professora. Fiel à origem, o desejo da professora Margarida era oferecer um bom e legítimo churrasco gaúcho... “Mas como não dava, fizemos a festa com pizza e sorvete!”

 

Visitas a igrejas e organizações sociais

Como parte da experiência de intercâmbio, a professora e pastora Margarida Ribeiro também teve a oportunidade de conhecer algumas igrejas e organizações de Atlanta, cidade onde se situa a Universidade Emory.  A primeira igreja visitada foi a Communitas, onde existe um ministério direcionado a brasileiros criado pelo pastor Luís Wesley, professor da Candler e ex-aluno da FaTeo.  “O templo é dividido com irmãos haitianos. Nos domingos pela manhã os cultos são voltados aos haitianos e no domingo à noite aos brasileiros”.

No segundo domingo de sua estadia, a professora Margarida assistiu ao culto no lindo templo da Igreja Metodista em Decatur (foto acima), localizado na região metropolitana de Atlanta.

No terceiro domingo, teve a oportunidade de pregar na igreja Shalom, uma comunidade de tradição afro, a convite de dois seminaristas da Candler que ali realizam seus estágios:  Abiba Alice Shomari, do Congo e David Muwaya, de Uganda (na foto, são os primeiros no lado direito).

 

No quarto domingo de sua estadia, a professora Margarida visitou a Rev. Lourdes Magalhães, missionária brasileira nos Estados Unidos (foto ao lado). Pregou, em português, no culto matutino da Igreja de Harrison, New Jersey, onde a pastora desenvolve um trabalho voltado a imigrantes brasileiros. E, no culto vespertino, participou do culto voltado à comunidade hispânica. Visitou, ainda, a Igreja de Howell, outra comunidade pastoreada pela pastora Lourdes.

 

Outra brasileira de quem a professora matou a saudade foi Rosângela Oliveira, diretora executiva do comitê internacional do Dia Mundial de Oração, em Nova York.  Será em 1º de março a união de mulheres do mundo todo. O tema deste ano, preparado pelas mulheres  da França é “Era forasteiro, e me hospedastes” (saiba mais no site http://www.dmoracao.com/).

 

A professora Margarida esteve, também, em organizações sociais que recebem o apoio da Universidade Emory e estagiários do curso de Teologia. A organização Frazer Center atende pessoas com necessidades especiais, da primeira infância à idade adulta, com suporte terapêutico e social (na foto, à direita, Trace Haythorn, diretor executivo da Frazer Center, ao lado da professora Margarida e da aluna Halley Mills, da Candler).

A Genesis House assiste famílias moradoras de rua que tenham gestantes ou bebês de colo. “Eles escolheram trabalhar com esse público específico pois, geralmente, é o que encontra menos oportunidades de assistência“, explica a professora Margarida.

 

Boas vindas ao professor da Candler!

A professora Margarida Ribeiro retornou ao Brasil com muitas fotos, novos/as amigos/as, vivas lembranças e até presentes ofertados pelos estudantes da Candler.  Agora, juntamente com toda a comunidade da FaTeo, prepara-se para receber, com muita alegria, o professor Rex Dale Matthews, docente da Candler que ficará na FaTeo entre os dias 17 de maio e 8 de junho, como participante do programa de intercâmbio. E novas parcerias docentes entre a Candler e a FaTeo já estão se desenhando, informa a professora Margarida.  Em breve, deverá haver um intercâmbio de artigos acadêmicos nas publicações das faculdades.

Bolsa na ONU, com projeto desenvolvido na FaTeo

Além do intercâmbio docente, prossegue também o intercâmbio de alunos e alunas.   No semestre passado, a FaTeo recebeu a aluna da Candler Haley Mills, numa convivência enriquecedora para todos/as os/as envolvidos/as no programa de intercâmbio.  E a experiência de estudos na FaTeo proporcionou à Haley novas oportunidades de crescimento: graças a um projeto desenvolvido para o módulo “Igreja e Sociedade”,  coordenado pelas professoras Margarida Ribeiro e Magali do Nascimento Cunha, Halley foi selecionada para receber uma bolsa e participar de um grupo de estudos que trabalha a questão da condição feminina na Organização das Nações Unidas. “A Federação Universal dos Estudantis Cristãos (FUMEC) leva um grupo dos alunos a essa comissão para trabalhar com as ONGs cristãs. Eu fiz inscrição baseada no projeto desenvolvido para as aulas de professora Margarida e professora Magali. O projeto foi selecionado e eu vou receber uma pequena bolsa para implementá-lo depois da reunião”, conta Haley.

No programa de intercâmbio discente, agora é a vez da FaTeo. Nesse momento, o aluno Rodrigo Ribeiro, do 3º ano de Teologia, está na Candler participando das atividades docentes desse semestre que, no calendário norte-americano, encerra-se em maio. Na foto acima, Rodrigo, Haley e a professora Margarida visitam a igreja que Martin Luther King Jr e seu pai pastorearam em Atlanta, EUA.  

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: