Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Organizações evangélicas promovem consulta nacional às Igrejas sobre democracia e participação política

Organizações evangélicas promovem consulta nacional às Igrejas sobre democracia e participação política

23/08/2013 12h20 - última modificação 23/08/2013 12h17


“Corra a retidão como um rio, a justiça como um ribeiro perene!”. (Amós 5.24)


Diversas organizações evangélicas, como Conselho Latinoamericano de Igrejas (CLAI), Visão Mundial e Aliança Evangélica uniram-se para convocar uma ampla consulta às igrejas evangélicas. Que tipo de sociedade estamos construindo? Que tipo de democracia queremos?

As manifestações populares ocorridas no mês de junho trouxeram para o debate público a necessidade de repensar a democracia brasileira nos seus aspectos políticos e sociais, afirmam os organizadores da consulta. “Ocorrendo em mais de 300 cidades brasileiras os protestos alcançaram o reconhecimento de sua demanda inicial e imediata — a revisão do aumento das tarifas de transporte —, e uma resposta imediata do poder público quanto à necessidade de debater a Reforma Política. (...) Estamos diante de uma oportunidade única de unirmos forças com a população que foi às ruas para sermos participantes e responsáveis pelos rumos de nosso país. É hora de ser voz profética e participar!”

Para participar da consulta, os organizadores sugerem que até o dia 15 de setembro as igrejas organizem rodas de conversa com membros da igreja e comunidade para a discussão dos temas propostos no Guia de Discussão disponível no site http://evangelicosparticipacao.org.br/2013/. As conclusões das discussões devem ser enviadas ao site para sistematização e divulgação, como uma contribuição das igrejas evangélicas para o debate que ocorre no país.

“A igreja deve ser lembrada de que não é a mestra ou a serva do Estado, mas sim a sua consciência… Ela deve ser a guia e a crítica do Estado, nunca sua ferramenta. Se a igreja não recuperar seu fervor profético, ela se tornará um clube social irrelevante, sem autoridade moral ou espiritual.”

Pr. Martin Luther King, Jr (1963), Strength To Love.


Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: