Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / O mundo online também é nossa paróquia. O sucesso da rede virtual criada por ex-aluno da FaTeo

O mundo online também é nossa paróquia. O sucesso da rede virtual criada por ex-aluno da FaTeo

11/06/2012 13h05 - última modificação 11/06/2012 13h06

A revista “Alinhavando”, da Igreja Metodista do Jardim Botânico, entrevistou o Rev. José do Carmo da Silva – ou como carinhosamente é chamado, “Zé do Egito” – pastor da Igreja Metodista em Fátima do Sul  que criou e coordena o Portal Brasil Metodista, um fórum de encontro e discussão de milhares de metodistas. A  ideia do site nasceu quando o pastor José do Egito era aluno de Teologia do CTP, Curso Teológico Pastoral e contou com o apoio de colegas da FaTeo.  Leia a seguir trechos da entrevista:

 

ALINHAVANDO: Como e quando surgiu o Brasil Metodista e qual a razão do

nome?

Pastor José do Carmo – O Brasil Metodista surgiu em 2008. Recordo-me que naquele ano no Encontro Nacional de Pastores ocorrido em Serra Negra, São Paulo, o pastor Ricardo Gondim comentando sobre a falência do movimento evangélico brasileiro, ele disse: acredito que vocês deveriam voltar a usar o nome pelo qual foram chamados nos dias de Wesley, “Povo chamado Metodista”. Aquela frase ficou em minha mente, eu estava fazendo o terceiro ano da Faculdade de Teologia via CTP e estava lendo o livro: Wesley e o Povo chamado Metodista - foi quando tive a idéia de, inspirado na Rede Afrokut da qual eu já era membro, criar algo que pudesse reunir o Povo Metodista. E, de uma forma profética, na esperança de que o Metodismo se torne pujante no Brasil, coloquei o nome de Brasil Metodista.

 

ALINHAVANDO: Como foi o início do projeto?

Pastor José do Carmo – Foi desanimador. Criei a comunidade em junho, ela ficou uns seis meses com trinta pessoas. Uma manhã decidi excluí-la, mas desisti e resolvi esperar um pouco mais. Dois dias depois moderei a entrada de um novo membro, o Samuel

Passamani, o qual me mandou uma mensagem dizendo que se eu o colocasse como um dos moderadores ele poderia melhorar bem a Rede. Eu de imediato atendi ao pedido dele. Dei a ele carta branca para fazer o necessário, o que ele fez, e logo os resultados começaram a aparecer. Logo surgiu outra jovem, a Cristiane Guimarães a qual se tornou secretaria da Rede e ajudava na moderação. A partir de então a rede não mais parou de crescer. Logo Deus enviou a irmã Maristela Kern, esposa do hoje saudoso pastor Samy Jacob Kern, na época ambos ajudaram a divulgar a Rede na FaTeo, juntamente com o seminarista Guilherme Emilio. Maristela até hoje ajuda na Rede.

 

ALINHAVANDO: O Brasil Metodista atraiu só leigos, como o Samuel e a Cristiane?

Pastor José do Carmo – Não. Há um grande número de clérigos desde o início, e logo professores da FaTeo também criaram suas páginas, as quais ainda estão na Rede. Bispos e a Bispa se tornaram membros. Pastores e missionários dos EUA se comunicavam e postavam pela Rede. Ela possui membros da África, Portugal, Itália, Paraguai, Argentina, Peru... Ela é praticamente mundial contendo metodistas de várias partes do mundo.

 

ALINHAVANDO: Como você mantém a Rede?

Pastor José do Carmo – Até dois anos atrás a plataforma da NING era gratuita, porém repentinamente decidiram cobrar pelo serviço. Na época escrevi o artigo: Tempo de partir - Graça, paz e despedidas da parte do Povo chamado Metodista onde anunciava o fim da Rede. Mas houve diversas manifestações e logo escrevi: A Igreja não pode parar! - E o Povo chamado Metodista não mais sairá do ar, pois o mundo on-line também é nossa paróquia.

Algumas pessoas se dispuseram a ajudar a manter a rede, então coloquei uma conta na página inicial, muitos ajudaram no começo, mas depois foram deixando. Hoje pago sozinho a mensalidade de 25 dólares, embora vez ou outra alguém deposite alguma quantia. Recentemente quando ultrapassamos um milhão de acessos, sob a orientação do irmão Daniel Gusmão, adquiri o domínio e deixamos de ser: www.brasilmetodista.ning.com e passamos para www.brasilmetodista.com.br. O Daniel é um metodista de Salvador, trabalha na RedeUp.com e deu uma repaginada no visual da rede.

 

ALINHAVANDO: Qual é o número de membros atualmente e o de acessos?

Pastor José do Carmo –  Neste momento estamos com exatos 4.924 membros no Brasil Metodista e 5.000 no Brasil Metodista no Facebook. Os acessos variam de acordo com as postagens, em tempos normais chega a ter de 100 a 150, mas gira em torno de 200 a 350 chegando atingir 450 por dia. Tudo depende do teor da postagem.

 

ALINHAVANDO: Você escreve sozinho para a Rede?

Pastor José do Carmo – A maioria das postagens é de minha autoria, ou reprodução de noticias do meio cristão. Matérias, artigos ou vídeos de outrem que julgo interessante eu costumo postar, sempre citando autoria e fonte, disponibilizando um link para o endereço do local retirado. Cada membro da rede possui um blog, muitos escrevem e partilham suas mensagens.

 

ALINHAVANDO: Como você concilia: pastorado, família e a vida de blogueiro?

Pastor José do Carmo – O Brasil Metodista está ligado ao ministério que Deus me chamou a exercer, se um dia ele acabar atuarei em outra área semelhante, mas faço o que me sinto chamado e amo o que faço. Por isso me dedico o máximo possível à Rede. Sou fascinado por esse mundo de comunicação online. A jornalista metodista Suzel Tunes me incentivou no início a partir de uma aula sobre o tema na FaTeo, depois me deu umas orientações a mais. Minha família, esposa e filhos acompanham e abençoa meu ministério. Minha esposa Maria de Fátima Santana da Silva sabe a importância que ela e a Rede possuem em minha vida, sendo consciente de que a Rede é minha paixão passageira e que ela é meu amor eterno, portanto não há concorrência e sim cumplicidade.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: