Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / MEC realiza audiência pública com o objetivo de discutir as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Teologia.

MEC realiza audiência pública com o objetivo de discutir as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Teologia.

25/11/2010 16h05 - última modificação 29/11/2010 18h21


Audiência pública teve participação de 100 pessoas e seis preletores

Fonte: www.creio.com.br


Na última segunda-feira, dia 22 de novembro, aconteceu, na sede do Conselho Nacional de Educação, em Brasília, a audiência pública para discussão sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) para os cursos de Teologia. O evento, que teve transmissão via internet pelo site do Ministério da Educação, contou com palestras dos doutores Lourenço Stelio Rega, Antonio Cesar Perri de Carvalho, C. Caliman, Paulo Fernando Carneiro de Andrade, Rudolf von Sinner e da professora Maria Elise Gabriele Baggio Machado Rivas.

Entre os temas das breves preleções estavam ética, perfil do formando e as próprias direrizes curriculares, todos relacionados ao campo teológico. O doutor Paulo Roberto Wollinger, diretor da Diretoria de Regulação do Ensino Superior (DESup) do MEC, apresentou, depois das palestras, a importância da oficialização do ensino da teologia no Brasil e os diversos aspectos ligados ao assunto. Cerca de 100 pessoas participaram da audiência e puderam fazer perguntas a todos os preletores e ao doutor Wollinger. O doutor Lourenço Stelio Rega, diretor da Faculdade Teológica Batista de São Paulo, comentou o posicionamento da mesa diretora composta pelos conselheiros do CNE. "Ao final, eles manifestaram sua satisfação com a participação efetiva dos presentes e também se mostraram positivamente surpresos com a união em torno do tema que perceberam durante as diversas tradições religiosas, sem controvérsias e contratempos, mas todos desejando seguir no tratamento do tema", afirma.


Veja quais foram as palestras ministradas:


Os palestrantes convidados pela Comissão apresentaram os seguintes temas, na seguinte ordem:

  1. As Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Teologia e os conteúdos curriculares - Dr. Lourenço Stelio Rega
  2. Interdisciplinaridade, transdiciplinaridade, habilitações e ênfase - Dr. Antonio Cesar Perri de Carvalho
  3. Perfil do formando/egresso/profissional - Dr. C. Caliman
  4. Abrangência das Diretrizes na diversidade religiosa - Profa. Maria Elise Gabriele Baggio Machado Rivas
  5. As Diretrizes Curriculares Nacionais e a natureza própria do campo da Teologia - Dr. Paulo Fernando Carneiro de Andrade
  6. Ética, Bioética e as Diretrizes Curriculares Nacionais para o campo da Teologia - Rudolf von Sinner

Depois das breves preleções a mesa diretora passou a palavra para o Dr. Paulo Roberto Wollinger, Diretor da Diretoria de Regulação do Ensino Superior (DESup) do MEC que apresentou de modo claro e objetivo o importância da oficialização do ensino teológico no Brasil e sobre diversos aspecto ligados ao assunto.

Depois disso, a mesa diretora abriu o tempo para diversas rodadas de participação do público presente, com respostas da mesa, Dr. Wollinger e também dos preletores.

Ao final, a mesa diretora da audiência manifestou a sua satisfação com a participação efetiva dos presentes e também se mostrou positivamente surpresa com a união em torno do tema que percebeu entre as diversas tradições religiosas presentes, sem controvérsias e contratempos, mas todos desejando seguir positivamente no tratamento do tema.

A Comissão que dirigiu a audiência está agora aguardando até o mês de fevereiro sugestões adicionais ao documento da minuta das Diretrizes que se encontra no link: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=6951&Itemid=


Colaboração do Prof. Dr. Lourenço Stelio Rega,Diretor Faculdade Teológica Batista de São Paulo


LEIA TAMBÉM:


Teologia representa mediação entre tradições religiosas e sociedade

Fonte: www.alcnoticias.net

Ao lado de representantes das mais variadas tradições religiosas, o professor da Faculdades EST, Rudolf von Sinner, participou na segunda-feira, 22, na sede do Conselho Nacional de Educação (CNE), em Brasília, da audiência pública para a discussão sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) para os cursos de Teologia.

ALC Brasília, quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Ao expor sobre “Ética, bioética e Diretrizes Curriculares Nacionais para o campo da Teologia”, Rudolf enfatizou que a sua mensagem estava fundamentada em preceitos oriundos de uma teologia cristã e evangélico-luterana, o que não impossibilitava pontos de encontro com outras confessionalidades e religiões.

Na explanação, Rudolf defendeu o caráter confessional da teologia que, ao mesmo tempo, precisa realizar esforços de mediação entre uma tradição específica e a sociedade mais ampla. “Enquanto a teologia traduz sua postura confessional para fora, traduz também os desafios e questionamentos vindos de fora para dentro”, pontuou.

Na perspectiva do professor, o caráter público da teologia se manifesta mais claramente em torno da discussão de questões de ordem ética. Embora os preceitos éticos estejam alicerçados em uma tradição, doutrina e documentos fundadores, disse Rudolf, eles precisam ser mediados com a realidade vivida e com a percepção desta realidade pelas ciências, de modo especial as humanas e as sociais.

Tomando como exemplo os questionamentos suscitados em torno de assuntos como aborto e pesquisa com células tronco embrionárias, o pró-reitor de pesquisa da EST argumentou sobre a impossibilidade de se atingir um juízo adequado sem o desenvolvimento de um debate interdisciplinar.

“Qualquer que seja o juízo, tal diálogo interdisciplinar e a percepção do pluralismo de posições pode e deve ser exigido de um curso acadêmico de teologia”, enfatizou.

Coordenada pelos Conselheiros do CNE, Antônio Araujo Freitas Junior e Gilberto Gonçalves Garcia, a audiência pública representou uma iniciativa inédita, reunindo cerca de 100 pessoas no Edifício Sede do Conselho, sendo transmitida na íntegra pela internet.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: