Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Manual de consciência de gênero para a prática do jornalismo é lançado na Argentina

Manual de consciência de gênero para a prática do jornalismo é lançado na Argentina

06/06/2012 12h45 - última modificação 06/06/2012 12h44

No dia 7 de junho (Dia do Jornalismo na Argentina), será lançado no Conselho Deliberativo da cidade de Mar del Plata o manual "Hacia un periodismo con conciencia de género: creando buenas prácticas" (Rumo a um jornalismo com consciência de gênero: criando boas práticas). O material, inédito naquele país, surgiu de um projeto de capacitação realizado em 2011 pela Associação Civil De La Azotea, uma ONG que luta pela democratização dos meios de comunicação, com o apoio da Associação Mundial para a Comunicação Cristã, WACC.

O principal objetivo do manual é oferecer ferramentas para uma abordagem jornalistísticas das notícias que envolvem perspectiva de gênero, a partir de algumas indicações da Organização das Nações Unidas. A ONU tem alertado frequentemente para a responsabilidade dos meios de comunicação e da publicidade na promoção de modelos de conduta geradores de discriminação e violência contra as mulheres.

Segundo o último  Monitoramento Global de Mídia, de 2010 (o estudo é realizado pela WACC a cada cinco anos), enquanto as mulheres representam no  mundo 52% da população, elas constituem apenas 24% das pessoas que protagonizam as notícias. Menos de um de cada cinco especialistas entrevistados são mulheres e, de maneira geral, as mulheres são identificadas por meio de suas relações familiares, ou seja, como esposas, mães ou filhas.

O  manual, feito especialmente para profissionais e estudantes de comunicação, oferece parâmetros para o tratamento e a construção de notícias que tratem  mulheres e homens de forma mais justa e  igualitária.

Fonte: Agência Latino Americana e Caribenha de Notícias, ALC

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: