Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Instituto Metodista Izabela Hendrix lança Museu virtual

Instituto Metodista Izabela Hendrix lança Museu virtual

01/06/2012 12h30 - última modificação 01/06/2012 12h31


Reunir mais de 100 anos de história com o objetivo de criar um acervo virtual do  colégio pioneiro de Belo Horizonte. Este foi o principal objetivo do setor de Educação a Distância (EAD) e Agência Experimental dos cursos de Comunicação Social do Izabela Hendrix ao criar o Museu online, lançado no dia 18 de maio de 2012. Desde meados de 2011 dezenas de móveis antigos e quadros foram fotografados, centenas de fotos foram digitalizadas, receberam tratamento e foram catalogadas para compor um acervo que conta parte da história de milhares de pessoas que estudaram no Izabela Hendrix desde 1904. É importante ressaltar, ainda, que o colégio foi o primeiro a abrir as portas para mulheres de Belo Horizonte.

“Sei que não temos que viver somente de história, mas precisamos saber de onde saímos para projetar o futuro”. É com esta frase que o administrador do campus Praça da Liberdade, Marco Fortes, explica de onde teve a ideia de criar um Museu Online para a instituição. Ele comentou que o Izabela tinha muito material histórico disperso entre os três campi, como quadros, fotos e mobiliário. Acrescentou que desde sua chegada à instituição, em 2008, começou a coletar o material e armazená-lo no Campus Fazendinha. “Já coordenei um projeto parecido no Colégio Metodista União, em Uruguaiana RS, onde o resultado foi excelente”, comparou Fortes.

A professora, reitora do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix e ex-aluna da instituição, Márcia Amorim, afirma que desenvolver um Museu On-line “é uma iniciativa moderna, funcional e atraente para manter viva a memória de tudo o que temos visto e vivido aqui”.  Ela acredita que o museu será uma forma de resgatar laços com os ex-alunos(as) e que eles(as) podem ser exemplos de profissionais bem sucedidos(as), pois muitos(as) ocupam cargos e funções de destaque na sociedade brasileira.

HOMENAGEM

O Museu on-line, além de um banco de centenas de fotos e dezenas de vídeos, presta homenagens a todos(as) os(as) diretores(as) que já passaram pelo Izabela Hendrix, especialmente à fundadora da escola, a educadora Martha Watts (foto ao lado). Assim como era comum na educação metodista no Brasil do final do século XIX e início do XX, ela era uma missionária estrangeira que nasceu no dia 13 de fevereiro de 1845 em Kentucky, nos Estados Unidos.

Ela embarcou para o Brasil em março de 1881, tendo como primeiro destino a cidade de Piracicaba (São Paulo). Já no Brasil, ela foi recebida por líderes como Manoel e Prudente de Morais (este se tornaria presidente) que comemoravam a chegada de uma metodista que traria uma educação inovadora, ao contrário da educação ultrapassada das escolas brasileiras daquela época. Martha fundou a primeira escola metodista no Brasil em 1881: o Colégio Piracicabano. Depois de passar por colégios em Porto Alegre e Juiz de Fora, Martha finalizou sua obra em terras estrangeiras ao criar o Izabela Hendrix, em Belo Horizonte.

A inovação apresentada pela educadora foi tão impactante, que o então governador de São Paulo, Prudente de Morais, implementou reformas educacionais no estado baseadas nos "métodos modernos e humanizantes" desenvolvidos pelo Colégio Piracicabano. Este é visto até os dias atuais como uma "célula-mãe" da instrução paulista. Ao lado você encontra um vídeo com algumas etapas da criação do busto de Martha Watts, que se destaca na entrada principal (rua da Bahia) do campus Liberdade.

Se você quer mais informações sobre Martha Watts ou sobre o Museu on-line escreva para museu@izabelahendrix.edu.br.

Visite o Museu clicando aqui

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: