Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Igreja Metodista lança a Bíblia no Cenáculo

Igreja Metodista lança a Bíblia no Cenáculo

28/10/2013 10h30 - última modificação 28/10/2013 10h48

Com mais de três milhões de leitores em todo o mundo, o Guia Devocionário No Cenáculo - Encontro Diário com Deus conta com quase 70 mil assinantes no Brasil. Para comemorar as Bodas de Diamante, os 75 anos de publicação no país, a Igreja Metodista lançou na quinta-feira, dia 24 de outubro de 2013, a Bíblia No Cenáculo. No lançamento, 156 pessoas compareceram para prestigiar o evento na Catedral Metodista de São Paulo. 253 bíblias foram vendidas e 2,3 mil já estão encomendadas.

A Universidade Metodista de São Paulo deu completo apoio na transmissão online, o que possibilitou a Editora Mundial, Dra. Sarah Wilke, acompanhar pela internet e enviar uma saudação. A alegria do Editor Nacional, bispo Adriel de Souza Maia, era contagiante. "A Bíblia No Cenáculo também é um resgate histórico porque contempla 365 mensagens que foram publicadas em todos esses anos", disse.

O Colégio Episcopal também esteve presente. Para o presidente da Igreja Metodista, bispo Adonias Pereira do Lago, a publicação é mais um recurso para anunciar as boas novas. "Já está provado que as pessoas estão lendo muito pouco a bíblia. Essa publicação (a Bíblia no Cenáculo) é uma motivação a mais para espalharmos e motivarmos o povo a ler as escrituras", afirmou.

A emoção tomou conta de várias pessoas presentes. A Secretária para a Vida e Missão, revda. Joana D'Arc Meireles, dirigiu um dos momentos no evento e relatou que agora é tempo de colheita. "Estou bem emocionada e posso afirmar para vocês que Deus faz maravilhas no meio de nós. Alguns dias estávamos com o coração aflito, mas hoje temos muitas alegrias colhendo os frutos dos 75 anos do no Cenáculo em terras brasileiras", declarou a pastora.

O Guia Devocionário no Cenáculo é passado de mãos em mãos em hospitais, presídios, asílos, Igrejas ou pessoas que recebem a doação e fazem a leitura sozinhas. A D. Ivone Veloso, de 67 anos, conheceu o Cenáculo em 1963 através dos avós. "Ele passa de geração para geração. Sem o no Cenáculo fico sem minha bússola, a Bíblia que me guia, mas tenho esse encontro diário com Deus por meio desse livrinho tão abençoado", disse.

O secretário de Comunicação Social da Sociedade Bíblica do Brasil, dr. Erní Seibert, explicou a importância de uma devocional. "Ler a bíblia, meditar, em grupo ou sozinhos, isso é fazer uma devocional. Que Deus permita que esse projeto ajude muitas vidas. Essa é uma ferramenta excelente que está se lançanda hoje. Parabéns ao bispo Adriel por esse lançamento da Biblia no Cenáculo", destacou o dr. Erní.

O No Cenáculo
- O devocionário traz uma leitura bíblica e um versículo que se relacionam com um testemunho dado por pessoas de diferentes países, além de uma oração, um pensamento para o dia e uma intercessão. Os testemunhos tocam, pois são situações que estamos vivendo ou já vivemos em alguns dias. No Brasil já alcançou mais de 67 mil exemplares por edição. No entanto, o no Cenáculo é disponibilizado nas redes sociais e centenas de pessoas acessam essas mensagens diariamente. Do mesmo modo, o no Cenáculo (versão impressa) passa de mão em mão, bem como lido nas reuniões públicas, rádios, presídios

Trajetória do no Cenáculo no Brasil
- O Terceiro Concílio Geral, em Juiz de Fora (6 de fevereiro de 1938), autorizou a publicação em língua portuguesa do The Upper Room – publicação que alcançou naquele ano mais de um milhão de exemplares e já havia sido publicado em cinco línguas (James E. Levis – EC 23 de abril de 1940). No ano de 1939, já havia importante circulação do no Cenáculo em terras brasileiras, levando-se em consideração a presença dos missionários norte-americanos, traduções caseiras, bem como a parceria que existia para a circulação do El Aposento Alto nos diversos segmentos da Igreja. Os exemplares do Expositor Cristão desse ano dedicam uma coluna intitulada “As Sagradas Letras”, acompanhada de um texto bíblico de referência, meditação e oração. O texto é uma tradução feita por Ester Orsetti.

A partir da primeira edição impressa do no Cenáculo no ano de 1940 (abril, maio e junho), com todo o sistema organizado de produção, comercialização e distribuição sob a responsabilidade da Imprensa Metodista e com o seu primeiro editor, rev. José Azevedo Guerra, registra-se: “a venda foi muito mais rápida do que esperávamos e dentro de duas semanas a Imprensa Metodista vendeu 1,4 mil exemplares”. A partir de 1940, adotou-se a assinatura anual, sendo a publicação do periódico trimestral.
Fonte: http://www.metodista.org.br

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: