Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Igreja Metodista aprova redistribuição geográfica e concede título de Emérito a Bispo Adriel

Igreja Metodista aprova redistribuição geográfica e concede título de Emérito a Bispo Adriel

12/07/2011 13h35 - última modificação 12/07/2011 13h35

"Metodismo brasileiro
ao Brasil para mensagem da cruz
Metodismo brasileiro
o Brasil para Cristo Jesus"

Cantando essas palavras o plenário do 19º Concílio Geral da Igreja Metodista comemorou calorosamente a aprovação de um novo projeto estratégico missionário para o Brasil. O texto, aprovado por unanimidade no dia 11 de julho, prevê que em 15 anos todos os Estados brasileiros se tornem, no mínimo, uma Região Eclesiástica.  

Sob a orientação do Colégio Episcopal, as Regiões vão trabalhar em parceria, em prol da expansão missionária. “Toda a Igreja estará envolvida na tarefa missionária de anunciar o Evangelho a todo povo brasileiro e abrir igrejas, se não em todo, pelo menos, em boa parte dos municípios. Estou extasiado com a aprovação desta proposta”, revela Ronan Boechat de Amorim, delegado da 1ª Região Eclesiástica.

A proposta estabelece algumas metas para o próximo período eclesiástico:

a. A 5ª e 4ª RE’s trabalhem em parceria para consolidar Minas Gerais como uma  Região Eclesiástica;

b. A 2ª e 6ª RE’s trabalhem em parceria para que o Estado de Santa Catarina venha ser uma Região Eclesiástica;

c. A 6ª e 5ª RE’s trabalhem em parceria para que o Estado do Mato Grosso do Sul venha ser uma Região Eclesiástica;

d. A 3ª e 5ª RE’s trabalhem em parceria para promover a autonomia do interior de SP, levando-o a uma Região Eclesiástica;

e. A 1ª e 4ª RE’s trabalhem em parceria para que o Estado do Espírito Santo venha ser uma Região Eclesiástica.

Discussão - Antes de levar a proposta ao plenário, o texto foi discutido e aprimorado em reunião pelos líderes de todas as delegações. De acordo com o delegado da 5ª Região Eclesiástica, Rev. Nicanor Lopes, em todo o tempo houve generosidade, respeito e parceria. “Foi perfeito, em clima de cooperação. Aprovamos uma estratégia arrojada, de ajuda mútua entre as Regiões. É hora de parar de olhar para o retrovisor, temos de olhar para o para-brisa – para frente!”, declara.

Um dos destaques da proposta aprovada é a criação de Superintendentes Missionários que coordenarão as Regiões Missionárias, criadas a partir de agora. Aprovou-se, como parte da proposta, que nos próximos 5 anos o Colégio Episcopal e a Cogeam apresentem ao 20ª Concílio Geral, em 2016, uma proposta para governo da Igreja tendo em vista que o plano missionário propõe a criação de, pelo menos, 26 Regiões Eclesiásticas. Cada uma delas, possivelmente, presididas por um Bispo.

bispo Adriel eleito Emérito

Concílio Geral aprova título de Bispo Emérito ao Revmo. Adriel Maia

Os delegados do 19º Concílio Geral se emocionaram hoje, 11, com o anúncio oficial da aposentadoria do Bispo Adriel de Souza Maia, da 3ª Região Eclesiástica. Durante a plenária, Bispos, Bispa e todos os presentes aplaudiram calorosamente o Bispo Adriel. Em seguida, a delegação da 3ª Região apresentou uma proposta de concessão de título de Bispo Emérito, que foi aprovada por unanimidade.

O Bispo Adriel agradeceu a homenagem e contou um pouco e sua trajetória pastoral e episcopal. “Estou muito feliz com este momento, mas meu ministério não termina aqui. Cargo a gente aposenta, ministério a gente não entrega”, disse. Usando as palavras do Apóstolo Paulo, o Bispo Adriel concluiu: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.”

Pode receber o título de Bispo Emérito, um Presbítero ou Presbítera que se aposenta no exercício do episcopado. É um título concedido como reconhecimento ao trabalho desenvolvido durante o ministério episcopal.

Durante o anúncio da proposta da 3ª Região Eclesiástica, foi lida uma carta como justificativa à aprovação do título Emérito. A leitura emocionou boa parte dos conciliares. Veja na íntegra:

“O Revmo Bispo Adriel de Souza Maia formou-se em Teologia pela Faculdade de Teologia da Igreja Metodista, em Rudge Ramos, São Bernardo do Campo (SP), no ano de 1973. Viveu o período conturbado que  culminou com o fechamento da Faculdade de Teologia. A sua, foi a primeira turma  a ingressar no curso após o fechamento da Faculdade em 1968.  Tem formação em Pedagogia com habilitação na área de Administração e Supervisão Escolar, além de Filosofia e Pós-Graduação em Administração.

No episcopado, serve à Igreja Metodista há mais de 25 anos. Foi eleito Bispo aos 34 anos, tornando-se o Bispo mais jovem da história do metodismo.  Nesse período ele ocupou a presidência da 4ª Região Eclesiástica (1982 a 1997) da Região Missionária do Nordeste – REMNE (1998 a 2001), e, atualmente, a presidência da 3ª Região Eclesiástica. Viveu a itinerância episcopal e contribuiu enormemente por onde passou.

Também ocupou durante seu ministério, a presidência do Colégio Episcopal; assumiu cargos representativos da igreja e ofereceu contribuição impar em cada um deles tanto no âmbito eclesiástico como nas esferas públicas. Por sua contribuição  recebeu em 2005, o título de Cidadão Paulistano oferecido pela Câmara Municipal de São Paulo.

Na presidência da 3ª Região Eclesiástica, com sua simplicidade e firmeza, conduziu com paz e harmonia a nossa Região. Foi o grande líder que propiciou alcançarmos a meta de nos tornarmos uma Região que tem como fonte da sua receita financeira exclusivamente as cotas orçamentárias das igrejas locais. Implementou projetos e criou o programa de revitalização de igrejas o qual oferece uma nova dinâmica e perspectivas de crescimento da Região e que resultou frutos positivos na recuperação de igrejas. A preocupação com a pastoral urbana levou à criação do espaço 24 horas, que busca responder ao anseio de fé de uma cidade como São Paulo, que funciona 24 horas por dia. Soma-se a isso o cuidado pastoral com as comunidades de fé, com pessoas e famílias.

Por tudo o que ele representou para a Igreja Nacional, para a face pública da igreja nas cidades por onde passou e no país e, de modo especial, pelo que ele representa hoje para todos os metodistas da 3ª Região Eclesiástica justificamos a presente proposta.”

Paulo Roberto Garcia
Valdecir Barreros

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: