Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Encontro do SOL-África em Portugal define novos rumos para o projeto de capacitação teológica

Encontro do SOL-África em Portugal define novos rumos para o projeto de capacitação teológica

16/12/2010 17h49 - última modificação 16/12/2010 18h11

O 1º Encontro Teológico para Países Lusófonos, realizado entre os dias 28 de novembro e 2 de dezembro na cidade de Aveiro, Portugal, propiciou também a realização de uma reunião de avaliação dos resultados do Projeto SOL-África (Solidariedade com a África), que atua na capacitação teológica e envio de literatura em português para instituições metodistas de ensino teológico em Angola e Moçambique. Essa avaliação, bastante positiva, não apenas confirmou a expectativa de continuidade do projeto para os próximos anos, como demonstrou a necessidade de fortalecê-lo e ampliá-lo, com a entrada de novos parceiros e novas frentes de trabalho.


Formalizou-se a inclusão da General Board of Global Ministries (Junta Geral de Ministérios Globais), dos Estados Unidos, como instituição parceira, e foi iniciado um auspicioso diálogo com a Africa University, de Zimbábue. Atualmente, os estudantes africanos que seguem para estudos teológicos em Zimbábue, país de língua inglesa, precisam dedicar um ano inteiro a estudos intensivos do idioma antes de iniciarem as disciplinas de Teologia. Na reunião, aventou-se a possibilidade de um convênio entre a Universidade do Zimbábue e a Faculdade de Teologia da Universidade Metodista o qual permitiria que, durante esse primeiro ano de estudos, enquanto se aperfeiçoam no inglês, os/as estudantes pudessem receber parte do conteúdo teológico em português. Tal acordo ainda não foi fechado, mas novas viagens de professores da FaTeo a países africanos já são previstas para 2011. “Durante um semestre receberemos alunos/as africanos/as e no outro enviaremos professores/as à África”, informa a professora Blanches de Paula, coordenadora do Projeto.

Outra novidade é a inclusão de Portugal entre os países beneficiados pelo projeto de capacitação. Os docentes da FaTeo que forem designados a ministrar cursos na África deverão fazer uma escala de alguns dias em Portugal, a fim de oferecer um programa de formação continuada aos teólogos/as portugueses. A professora Blanches explica que a Igreja Evangélica Metodista Portuguesa conquistou sua autonomia recentemente. Até o ano de 1996, a Igreja portuguesa ainda era vinculada à Igreja Metodista da Grã-Bretanha, de modo que a formação e literatura teológica vem sendo oferecida em inglês aos pastores portugueses. A parceria com a FaTeo, tanto no envio de professores como de literatura teológica permitirá que os/as teólogos portugueses desenvolvam estudos em seu próprio idioma.

O próximo passo, afirma a professora Blanches, é estimular a autonomia africana na reflexão teológica, incentivando os teólogos da África a produzirem literatura a partir de seu próprio contexto e experiência. Durante o encontro lusófono, a apresentação de reflexões teológicas elaboradas por professores de Angola e Moçambique mostra que o Projeto SOL-África está num caminho muito promissor. De Moçambique, o professor Nito Armando Joaquim apresentou a palestra “Diálogo sobre reflexão teológica em países lusófonos” e os professores Iliana Lucite Pereira e Júlio André Vilanculos, falaram sobre “Justiça, Solidariedade e Encontro”. Representando Angola, a professora Elvira Moisés da Silva Cazombo proferiu palestra sobre “A Teologia do Encontro para o Pensar Teológico em Angola”; o professor Adilson Leitão Silvestre de Almeida falou sobre “Justiça no Contexto Wesleyano e Angolano” e o professor Almeida Lemba sobre "Amor à Criação e Justiça a Gerações Vindouras".

|

*Suzel Tunes*

|

|

*Leia a reportagem anterior*:

|

|


**Professores da FaTeo participam do 1º Encontro Teológico para Países Lusófonos, em Portugal**

Entre os dias 28 de novembro e 2 de dezembro, será realizado na cidade de Aveiro, Portugal, o **1º Encontro Teológico para Países Lusófonos**, sob o tema “Justiça, Solidariedade e Encontro”. É uma atividade pioneira no metodismo, a fim de aproximar os países, ampliar o diálogo e contribuir para a produção de conhecimento teológico em língua portuguesa aos países lusófonos envolvidos. Outra motivação da realização deste encontro é o Projeto SOL-África (Solidariedade com a África), que já atua na capacitação teológica e envio de literatura em português para instituições metodistas de ensino teológico em Angola e Moçambique.

O encontro contará com a presença de líderes da Igreja Evangélica Metodista Portuguesa (hospedeira do encontro), entre eles o Bispo José Sifredo Oliveira Linhares Teixeira; pastores/as professores/as da Igreja Metodista Unida em Angola (Conferência Oeste), entre eles o Bispo Gaspar Domingos de Almeida; Igreja Metodista Unida de Angola (Conf. Leste) e Igreja Metodista Unida em Moçambique. Participam também representantes da Africa University (Zimbábue), General Board of Global Ministries (Junta Geral de Ministérios Globais), dos Estados Unidos; e General Board of Higher Education and Ministries (Junta Geral de Educação Superior e Ministérios), EUA. E representando a Faculdade de Teologia da Igreja Metodista no Brasil estarão os professores Rui de Souza Josgrilberg, Paulo Roberto Garcia, Blanches de Paula, Nicanor Lopes e José Carlos de Souza. Alguns participantes das três primeiras etapas do Projeto SOL-África ajudarão a compor suas respectivas delegações. Os trabalhos apresentados no 1º Encontro Teológico farão parte de um caderno que será publicado e disponibilizado aos países envolvidos.

Na sequência do encontro, entre os dias 02 e 03 de dezembro ocorrerá, no mesmo local, a Reunião de Avaliação do Projeto SOL-África. Após quatro etapas realizadas ao longo de dois anos de execução, o projeto será avaliado pelos representantes de todos os países envolvidos, e serão definidos os novos caminhos no qual o SOL-África deve trilhar. Juntamente com a delegação brasileira e as organizações da Igreja Metodista Unida dos Estados Unidos, estarão o Bispo Gaspar Domingos e o Rev. Almeida Lemba, representando a Igreja Metodista Unida em Angola (Conferência Oeste); Revda. Olga Ranchaze, da Igreja Metodista Unida em Moçambique e o Bispo José Sifredo Oliveira Linhares Teixeira, da Igreja Evangélica Metodista em Portugal.

*Demétrio Henrique Soares*

|

**Mais informações sobre o projeto em:**


- `Projeto SOL África: esperança de um novo tempo para a Igreja Metodista em Angola e Moçambique <fateo/noticias/ projeto-sol-africa-esperanca-de-um-novo-tempo-para-a-igreja-metodista-em-angola-e-mocambique>`__

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: