Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Em tempos de guerra é preciso desarmar-se

Em tempos de guerra é preciso desarmar-se

18/11/2015 20h12

Tema foi compartilhado no culto desta quarta (18) pela reverenda Suely Xavier que utilizou o texto de Isaías 2.1-5, 22

Reverenda Suely Xavier durante a Semana de Estudos Teológicos 2015

 

A Reverenda e Professora Suely Xavier trouxe a reflexão no texto do profeta Isaías 2.1-5, 22, na manhã desta quarta (18). Lembrando os tempos de violência e guerra, Suely mostrou no texto bíblico que Deus é Deus de paz, e requer de nós o desarmamento, não apenas das armas externas, palpáveis, mas principalmente das que carregamos no dia a dia.

 

Para desarmar-se, a reverenda Suely apontou três maneiras, no texto de Isaías. A 1ª é ter visão, de tempos de paz e esperança, mesmo em meio à guerra, ter a visão de Deus, ver aquilo que ninguém vê. “O novo ser humano, em nós, é possível, desde que façamos da nossa vida, o monte da Casa do Senhor”.

 

A segunda maneira para desarmar-se, para a pastora, é transformar (vv. 3 e 4). Isaías ousou proclamar a transformação. Para esta transformação, Suely lembrou que é importante caminhar com Deus. “Nos caminhos de Deus temos a prática de atos justos que proclamam vida plena”. Ela ainda frisou que ao caminhar com Deus aprende-se Sua Palavra, tornando-se impossível não mudar depois de ouvir a voz de Deus. A transformação de que fala o texto faz de armas de guerra, instrumentos (agrícolas) para gerar vida digna.

 

A Terceira maneira de desarmar apontada foi o amor. “A proposta de transformação só é possível se houver amor. Quando andamos em caminhos iluminados pela Palavra faz-se caminho de Justiça. Aí a gente não promove guerra”.

 

A pregadora da manhã, que também fará a prédica da noite encerrou dizendo que precisamos acreditar que um mundo novo é possível, que seres humanos não aprenderão mais a guerra, como diz o texto, e isso começa “em nós, na nossa casa, na faculdade, na igreja”.

 

O coral Canto da Terra participa em todos os cultos da FaTeo

 

O coral Canto da terra, também participou do culto com o cântico “Ó Senhor, vem me dirigir”. Na próxima quarta não haverá culto. Como encerramento das tutorias deste ano será celebrado o Dia da Convivência, com a participação de alunos, alunas e familiares. Um tempo recreativo e cultural, quando cada pessoa poderá, mediante prévia inscrição, apresentar um pouco dos seus dons sejam na música, teatro, dança ou poesia. As inscrições devem ser feitas com o pastor da Comunidade, Reverendo Adilson Mazeu. A celebração acontecerá em dois horários, pela manhã às 9h10 e à noite, às 19h30. Na semana seguinte (02/12) acontece o culto de encerramento do semestre. Oficialmente o encerramento das atividades letivas se dará no dia 15 de dezembro, logo após o culto de envio (11), a formatura (12) e o culto de credenciamento (13) dos novos pastores e pastoras acadêmicos.

 

 

Texto: Rose Rosa
Fotos: Ricardo Bissolato

 

 

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: ,

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: