Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Conhecer e levar conhecimento. Um resumo dos 15 dias em Moçambique pelo SOL-África

Conhecer e levar conhecimento. Um resumo dos 15 dias em Moçambique pelo SOL-África

13/07/2015 20h53

eberedanielle.jpg
No seminário em Cambine, Conferência Sul do Save, em Moçambique

 

Pela primeira vez como docentes no projeto SOL-África, os professores Danielle Frederico e Eber Borges da Costa, da FaTeo, estão de volta ao Brasil com muita experiência na bagagem. Foram duas semanas intensas trabalhando na capacitação de pastores/as de Moçambique, na África, nas áreas de Novo Testamento e Educação Cristã.

 

FOTOOFICIAL_CHIMOIO.jpg
Grupo que participou da semana de capacitação no Seminário Teológico de Gondola

Para atender a um número maior de estudantes, o projeto dividiu a viagem em dois polos: o primeiro, no Seminário Teológico de Gondola, que fica próximo à cidade de Chimoio, na chamada Conferência do Norte do Save. O segundo, no Seminário Teológico de Cambine, próximo de Inhambane, cidade que faz parte da Conferência do Sul do Save.


copy_of_2grupoconfdosul.jpg
Segundo grupo, em Cambine, na área Sul do Save, em Moçambique

Para os docentes, depois da longa viagem, o primeiro desafio foi a constatação de heterogeneidade do grupo. “Havia pastores e pastoras que já passaram pelo seminário teológico, além dos que tiveram formação no Curso Básico e ainda aqueles e aquelas que estão agora no processo de formação”, disse a professora Danielle. “Vimos e vivemos realidades diferentes no que tange às localidades dos seminários, os recursos e a população que vive ao redor”, enfatizou o professor Eber, lembrando que, em Chimoio, o Seminário, inaugurado há um ano, ainda não conta com energia elétrica e tampouco água encanada. O que fez com que as aulas fossem limitadas até as 16h. “Num dos dias, tivemos que parar a aula às 15h30 por conta do mau tempo e escuridão”, declarou Danielle.

 

campuscambine.jpg
Campus do Seminário Teológico de Cambine, no Sul do Save

O Seminário Teológico de Cambine, na cidade de Inhambane, possui outra estrutura. Com luz e água encanada, o campus é muito grande, e lá são desenvolvidos vários trabalhos junto à comunidade: marcenaria, escola primária e secundária, internato masculino e feminino, centro comunitário, posto de saúde onde são feitos partos e o atendimento geral da população, além de um orfanato.

 

cultoaodegraas2.jpg
Em Cambine, culto de ação de graças no encerramento da semana de capacitação para pastores e pastoras

Em meio aos desafios e adversidades de cada local, os docentes voltaram motivados. “Foi um tempo muito desafiador: precisamos nos adaptar às realidades para trabalhar os objetivos propostos. Mas aprendemos e fomos muito abençoados e acolhidos com muito carinho e atenção”, disse a professora Danielle. “Vimos o esforço de cada um e cada uma. Teve quem viajou dois dias e meio para estar na capacitação, pegando várias conduções e alguns trechos a pé. Tudo isto nos motivou”, concluiu o professor Eber.

 

sadadoculto.jpg
Saída do culto em Chimoio, no encerramento da primeira semana de capacitação, em Moçambique

Em Gondola, o grupo de estudantes somou 21 pastores e pastoras, das mais diferentes localidades da área norte de Moçambique. Já no Seminário de Cambine, 51 pastores e pastoras puderam participar da semana de capacitação. Nos dois seminários, a semana foi encerrada com culto de Ação de Graças.

 

A Igreja em Moçambique

A Igreja Metodista Unida em Moçambique é organizada em duas conferências: do Norte e do Sul. É dirigida pela bispa Joaquina Felipe Nhanala, que designa pastores e pastoras para todo o país, dependendo da necessidade no campo.

 

Texto: Rose Rosa
Fotos: Danielle Frederico

 

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: ,

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: