Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Comissão Nacional da Verdade investigará atuação de Igrejas na ditadura

Comissão Nacional da Verdade investigará atuação de Igrejas na ditadura

07/11/2012 12h30 - última modificação 07/11/2012 12h27


A Comissão Nacional da Verdade (CNV) instalará um grupo de trabalho  para investigar a atuação das igrejas católica e evangélica no período da ditadura militar no Brasil. Serão apurados não apenas o papel de religiosos na resistência à repressão e proteção a vítimas como também o daqueles que colaboraram com os militares.

O grupo se reúne pela primeira vez nessa quinta. Um dos primeiros a prestar depoimento deve ser o metodista Anivaldo Padilha, que foi denunciado por pastores da igreja  frequentava. Foi preso, torturado e partiu para o exílio. Sua mulher estava grávida de Alexandre Padilha, hoje ministro da Saúde - que só conheceu o pai quando tinha oito anos.

As apurações do capítulo religioso serão coordenadas por Paulo Sérgio Pinheiro, um dos integrantes da CNV. Pesquisadores autônomos e teólogos foram convidados a participar dos trabalhos.

Fonte: Jornal Folha de S.Paulo, 06/11/2012

LEIA TAMBÉM:

Matéria da revista IstoÉ: Os evangélicos e a ditadura militar

E o depoimento de Anivaldo Padilha sobre sua prisão, tortura e a fé o que o salvou.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: