Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Bispo metodista argentino é declarado “Personalidade Destacada” pela cidade de Buenos Ayres

Bispo metodista argentino é declarado “Personalidade Destacada” pela cidade de Buenos Ayres

06/08/2013 14h55 - última modificação 06/08/2013 14h55

 

5 de agosto de 2013
Fonte: Leonardo Felix/ALC


No dia 2 de agosto, Aldo Etchegoyen, bispo emérito da Igreja Metodista na Argentina, e o dirigente político Miguel Montserrat, copresidentes da Assembleia Permanente pelos Direitos Humanos (APDH), foram declarados “Personalidades Destacadas” pela Legislatura da cidade de Buenos Aires, por seu desempenho na luta pelos Direitos Humanos.

Em uma cerimônia que reuniu mais de 250 pessoas, Aldo Etchegoyen e Miguel Montserrat foram homenageados, por iniciativa da deputada María Elena Nadeo, em reconhecimento à luta pela defesa dos direitos humanos, durante o período da ditadura militar na Argentina (1976-1983).

Destacadas personalidades nacionais, como Adolfo P. Esquivel (Prêmio Nobel da Paz), Estela de Carlotto e Nora Cortiñas (avós da Praça de Maio), entre outras, estiveram presentes, assim como numerosos organismos de Direitos Humanos e movimentos sociais do país, manifestando sua admiração e apreço por essas vidas consagradas a defender a vida, a verdade e a justiça.

A deputada María Elena Nadeo valeu-se das palavras de um poeta para expressar o que os homenageados representam na vida da sociedade argentina:


Não desistas (M. Benedetti)

Não desistas, ainda é tempo
De se ter objetivos e começar de novo,
Aceitar tuas sombras,
Enterrar teus medos
Soltar o lastro,
Retomar o vôo.

Não desistas que a vida é isso,
Continuar a viagem,
Perseguir teus sonhos,
Destravar o tempo,
Correr os escombros,
E destapar o céu.

Não desistas, por favor, não cedas,
Ainda que o frio queime,
Ainda que o medo morda,
Ainda que o sol se esconda,
E o vento se cale,
Ainda existe fogo na tua alma
Ainda existe vida nos teus sonhos.

Porque a vida é tua e teu também o desejo
Porque o tens querido e porque eu te quero
Porque existe o vinho e o amor, é certo.
Porque não existem feridas que o tempo não cure.

Abrir as portas,
Tirar as trancas,
Abandonar as muralhas que te protegeram,
Viver a vida e aceitar o desafio,
Recuperar o sorriso,
Ensaiar um canto,
Baixar a guarda e estender as mãos
Abrir as asas
E tentar de novo
Celebrar a vida e se apossar dos céus.

Não desistas, por favor, não cedas,
Ainda que o frio te queime,
Ainda que o medo te morda,
Ainda que o sol se ponha e se cale o vento,
Ainda existe fogo na tua alma,
Ainda existe vida nos teus sonhos
Porque cada dia é um novo começo,
Porque esta é a hora e o melhor momento.
Porque não estás sozinho, porque eu te amo.

Foto: Leonardo Félix- pastor metodista e Diretor de ALC Noticias

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: