Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / Bispo da Região Missionária da Amazônia ministra aula na FaTeo

Bispo da Região Missionária da Amazônia ministra aula na FaTeo

09/05/2013 13h55 - última modificação 09/05/2013 13h57

 

Unidade, discipulado e missão:  essas palavras conduziram a reflexão da comunidade da FaTeo na manhã desta quarta-feira, dia  8 de maio de 2013.  Como já é tradição na Faculdade de Teologia, quarta-feira é o dia do culto semanal e, nesse dia 8 a liturgia referiu-se ao sétimo domingo do Ciclo da Páscoa, domingo que antecede o Pentecostes. “É  uma semana dedicada à oração pela unidade dos cristãos, pois, com o Pentecostes, aqueles/as que não se entendiam passaram a se entender”, lembrou o professor Luiz Carlos Ramos.   Por isso, até a próxima quarta-feira, todos os dias haverá momentos de oração pela unidade dos/as cristãos/ãs,  antes das aulas, no Cenáculo.


A prédica do culto ficou a cargo da professora Magali do Nascimento Cunha. Ela baseou sua reflexão no livro bíblico de João, especialmente o capítulo 17, que contém a oração feita por Jesus em favor de seus discípulos e discípulas e o apelo à unidade: “E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim; Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste (João 17:20-21). Lembrando que o relacionamento de Jesus com o Pai deve ser o modelo que orienta a nossa fé e no leva à unidade com o Pai e com irmãos e irmãs,  ela destacou três atitudes do/a cristão/ã que essa união:  humildade (reconhecer que a experiência de fé de cada pessoa tem validade para Deus e valorizar a diversidade), respeito ( não  julgar o outro pela forma ou aparência) , a disposição de estar junto (aprender com o outro).


A respeito do risco da unidade com “falsos profetas”, Magali indicou um caminho seguro e bíblico para o discernimento: “pelos frutos os conhecereis”. Segundo a professora ,  a unidade em nome de Jesus deve gerar mansidão, perdão, misericórdia, solidariedade, libertação, partilha, desapego às questões materiais e amor incondicional.

Unidade que gera frutos: discipulado e missão
Após o culto, o bispo Carlos Alberto Tavares Alves, presidente da Região Missionária da Amazônia, ministrou uma aula sobre Discipulado para estudantes da FaTeo.  Ele falou sobre “Discipulado e Missão” e compartilhou com os/as alunos  sua ampla experiência como pastor, coordenador de curso teológico pastoral de nível médio por oito anos, no Rio de Janeiro, e fundador da Escola de Missões, localizada em Teresópolis.   Atualmente é o bispo responsável pelo Ministério Nacional de Discipulado, que se situa na área de Expansão Missionária.  Aos/às estudantes da FaTeo, o bispo Carlos Tavares enfatizou a necessidade de ir até onde estão as pessoas que precisam do Evangelho: “Jesus ia onde as pessoas estavam. E nós queremos que as pessoas venham ao nosso templo”.  O discipulado, disse o bispo, nasce do relacionamento, da convivência e do olhar cuidadoso para o/a próximo/a.  Por isso, é  prática diária e constante, que pode nascer de uma conversa casual com o vizinho que se encontra no elevador. Enfatizando a responsabilidade de cada futuro pastor e pastora, o bispo Tavares lembrou que uma história segundo a qual Jesus não tem “plano B” ou substitutos para a missão, mas conta integralmente com seus/suas discípulos/as para  estabelecer  o Reino de Deus na terra.

O próximo palestrante será o bispo Bispo Paulo Lockmann, no dia 5 de junho. Todas as aulas ministradas pelos bispos metodistas a estudantes da FaTeo estão sendo gravadas e ficarão disponíveis em DVD na Biblioteca da FaTeo.


Fotos: Luciana de Santana/FaTeo


Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: