Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Notícias / A participante emérita da Semana Wesleyana completa duplo aniversário

A participante emérita da Semana Wesleyana completa duplo aniversário

26/05/2011 21h50 - última modificação 26/05/2011 21h47

Marli

Participante emérita?! Pois é... a pastora Marli de Almeida Tomaz bem que mereceria o título. Afinal, neste ano, enquanto a Semana Wesleyana chega à sua 60ª edição, a pastora Marli completa 10 anos de participação ininterrupta. Ou 15 anos, se contarmos as demais vezes em que ela pôde estar presente nesta semana de estudos e reflexão. A Revda Marli completa aniversário de Semana Wesleyana e, também, na Semana Wesleyana. “Quase todos os meus aniversários, que faço dia 29 de maio, são comemorados em meio à semana”, diz ela. O presente? Não é difícil imaginar... um livro, claro, alguma das novas publicações lançadas pela Editeo no evento.

Curiosamente, a Revda Marli não é aluna nem ex-aluna da FaTeo, como a maioria dos/as participantes da Semana. Ainda na década de 80, estudou em um seminário teológico no Rio de Janeiro; e, com grandes dificuldades financeiras, precisou interromper os estudos. Mas logo depois, graças ao empenho das irmãs que viram, com os olhos da fé, aquela mocinha de 20 e poucos anos como a pastora que é hoje, ela obteve apoio da Junta de Ecônomos e ingressou no Instituto Bennett para concluir seus estudos e obter o diploma de Bacharelado. Desde então, tem trabalhado em várias igrejas metodistas. Trabalhou 12 anos na Pastoral do Bennett, ministrou aulas no Instituto César Dacorso Filho (onde teve o professor Ricardo Lengruber, professor da FaTeo, como um de seus alunos) e, atualmente, é pastora na Igreja Metodista em Realengo, Rio de Janeiro.

O estudo voltado à missão faz parte da vida da pastora Marli. Animada pelo curso de especialização em Bíblia – Tradição Profética, que fez na FaTeo, ela agora está cursando Ciências da Religião na Faculdade São Bento, no Rio de Janeiro, desenvolvendo estudos na área de educação cristã, sob o tema “Teologia como elemento catalisador na Interdisciplinaridade”.

Só pelos compromissos acadêmicos, você pode imaginar que não é fácil para a pastora Marli reservar uma semana inteira para se dedicar aos estudos longe de sua cidade. E ainda tem os compromissos com a Igreja e a família. Marli cuida dos pais idosos, que requerem atenção especial; sobretudo o pai que está sofrendo de uma doença renal crônica e perdeu a visão.  “Até hoje estudamos juntos a Bíblia, eu leio para ele”.

Em sua Igreja, também se lê muito a Bíblia: “Estamos desenvolvendo dois projetos. Pedacinho de mim é um trabalho de leitura das mulheres na Bíblia, que fazemos uma vez por semana. Ele é feito com a Sociedade de Mulheres, mas recebe mulheres de outras denominações também. E temos também o projeto Lendo a Bíblia, de versículo a versículo, que ocorre quinzenalmente, organizada pela Sociedade de Homens. Ela conta que não vê a hora de voltar à sua Igreja e participar desses trabalhos. Mas não deixaria de vir à Semana Wesleyana que, para ela, tem um significado especial:  “é a semana que reservo para refletir sobre meu próprio ministério”, diz ela. Marli conta que já passou por momentos difíceis na vida ministerial. Mas a mão de Deus, expressa por intermédio de seus filhos e filhas, tem se revelado em sua vida. Ela se lembra emocionada de uma criança que, num Concílio especialmente tenso, começou a alisar seu cabelo e lhe disse, no momento em que, secretamente, ela pensava em desistir de tudo: “Pastora, não deixa a Igreja não”. O cuidado de Deus e a oportunidade de momentos de reflexão, como estes da Semana têm sido forças que a impulsionam no ministério, diz ela.

Na abertura da 60ª Semana Wesleyana, o professor José Carlos de Souza disse que “cada Semana Wesleyana é melhor do que a outra”. Marli tem ótimas lembranças das 15 semanas que vivenciou. Mas destaca um momento marcante dessa 60ª: “a fala e o canto do Capitão Nelson Takai, do Exército de Salvação. O que ele falou sobre viver a essência do metodismo, e o seu canto mexeram muito comigo”.

Texto: Suzel Tunes

Foto: Luciana de Santana

 

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre:

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: