Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Fateo / Dia da pastora e do pastor metodista é celebrado em 14 de abril

Dia da pastora e do pastor metodista é celebrado em 14 de abril

Reflexão preparada especialmente para os pastores/as

12/04/2019 21h17

 

No próximo domingo, 14 de abril, celebramos o Dia da Pastora e do Pastor Metodista em toda a Comunidade Metodista do Brasil.

Celebrado anualmente no segundo domingo do mês de abril é "um tempo especial dedicado ao cuidado da igreja para com pastoras e pastores nomeados/as para as igrejas locais", de acordo com o site da Igreja Metodista no Brasil.

Aos nossos estudantes, ex-alunas e ex-alunos agora pastoras e pastores, aos docentes e também pastores/as que fazem parte da comunidade acadêmica da Faculdade de Teologia nós parabenizamos e desejamos a benção do nosso Deus em seus ministérios.

Confira a reflexão preparada pelo Rev. Paulo Dias Nogueira, Pastor da Igreja Metodista e Professor da Fateo.

 

Ministério Pastoral - Uma breve reflexão

Às vésperas da celebração do DIA DO PASTOR E DA PASTORA METODISTA, 2º domingo de abril, aproveito o ensejo para partilhar uma breve reflexão.

Diferentemente do todos os outros seres da natureza, nós seres humanos somos os únicos dotados da capacidade de refletir frente as alternativas e decidir qual delas optar. Não somos, ou melhor, não devemos ser reféns de nossos instintos. Nossa capacidade de pensar coloca à nossa frente a responsabilidade de decidir. 

Diante das pressões por busca de resultados em nossos ministérios, precisamos refletir sobre quais pressupostos epistemológicos queremos construir nossa ação pastoral. A Igreja Metodista (IM) através de sua teologia, tradição e documentos apresenta uma importante compreensão do ministério do pastor e da pastora.

Em sua proposta eclesiológica a IM reconhece o Sacerdócio Universal de Todos os Crentes e, por isso, reafirma a importância de uma Igreja configurada nos Dons, Ministérios e Frutos, entendendo que todas as pessoas são vocacionadas e enviadas para a missão (PNM 2017-2021). 

Algumas dessas pessoas são chamadas especificamente para o ministério pastoral. Ministério este responsável por edificar, equipar e aperfeiçoar a comunidade de fé, capacitando-a para o cumprimento de sua missão (Cânones - 2017-2021).

Sendo assim, a IM reconhece o ministério pastoral como um ministério especial. Isto não significa que este ministério seja mais importante que os outros, mas sim que ele é peculiar, distinto e específico. Ele é responsável por "zelar pela pura pregação da Palavra, ministrar corretamente os sacramentos, zelar pelas marcas essenciais da Igreja e ainda cuidar da comunidade missionária como um todo, tudo isto como um mandato da Igreja" (PNM 2017-2021).

A IM reafirma a compreensão wesleyana de que o carisma pastoral não está no indivíduo, mas sim, na comunidade de fé que reconhecendo o dom, o/a ordena para esta missão. Sendo assim, o carisma pastoral deve ser entendido como um mandato da igreja que cumpre sua dimensão apostólica. Quando pastores e pastoras metodistas, imitando eclesiologias contemporâneas, esquecem-se deste fato, sobrepondo seu carisma pessoal ao carisma da igreja, surge o personalismo que fragmenta o senso de vocação e rapta o sentido de apostolicidade.

Convido meus companheiros e companheiras de ministério para que neste DIA DO PASTOR E DA PASTORA METODISTA venhamos a refletir sobre a razão de ser de nossa vocação.  Que diante de opções sedutoras apresentadas por modismos contemporâneos, possamos optar com convicção por um ministério pastoral fundamentado em pressupostos bíblicos, teológicos e pastorais.

Que Deus nos abençoe!

Rev. Paulo Dias Nogueira

Pastor da Igreja Metodista e Professor da Fateo

Comunicar erros


Receba informações de oferecimento sobre esse curso:

X