Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Farol Empreendedor / Reportagens / A CRISE ECONÔMICA BRASILEIRA E OS EMPREENDEDORES: COPO MAIS CHEIO OU MAIS VAZIO?

A CRISE ECONÔMICA BRASILEIRA E OS EMPREENDEDORES: COPO MAIS CHEIO OU MAIS VAZIO?

Texto produzido pelo Prof. Antero Paulo dos Santos Matias - coordenador do projeto.

copoOutro dia um colega meu, contabilista, comentava que naquela semana havia ajudado a encerrar mais duas empresas e que esta ação tem se tornado um pouco mais corriqueira do que há alguns meses. Efeito da crise, não sei onde vamos parar com isso! Exclamava ele.

Ao retornar a minha casa comecei a vasculhar alguns sites que tenho em meus favoritos e dentre eles estava o site do PME Estado (http://pme.estadao.com.br/noticias/noticias,franquias-fecham-primeiro-trimestre-com-alta-de-9-2,5794,0.htm) que relatou um aumento de 9,2 % neste trimestre no segmento de franquias se comparado ao mesmo período do ano passado. E por qual motivo eu me interessei por esta notícia?

Tratando dos dois casos, o comentário do contabilista e a notícia do PME Estado, é possível refletir sobre alguns aspectos:

  1. O fato de algumas empresas encerrarem suas atividades tem relação direta com a crise econômica, mas não é possível afirmar que seja o único fator. Se realizarmos um simples levantamento sobre as causas de mortalidade das empresas realizado pelo SEBRAE (http://www.sebraesp.com.br/arquivos_site/biblioteca/EstudosPesquisas/mortalidade/causa_mortis_2014.pdf) é possível observar que além da falta de capital/lucro destacam-se o planejamento prévio, a falta de uma gestão empresarial e o comportamento do empreendedor.
  2. O fato de alguns candidatos a empresários optarem por iniciar suas empresas utilizando-se do processo de franquias pode ter relação direta com os fatores apresentados anteriormente. Dado que a maioria dos empreendedores brasileiros, segundo pesquisa GEM (http://www.gemconsortium.org/) são considerados como empreendedores por necessidade, empreendendo por falta de recolocação profissional adequada, oriunda de diversos motivos, os motivos apontados como falta de uma gestão empresarial e planejamento prévio, são fatores importantes para a escolha por uma franquia.

É importante esclarecer algumas situações quanto a crise econômica pela qual o país está passando. Os empresários que se mantiveram em “berço esplendido” não buscando soluções inovadoras para seus negócios, simplesmente preocupando-se com as atividades operacionais da empresa, deixando de lado as obrigações gerenciais, como a pesquisa de mercado, realmente, em momentos de crise, sofrerão mais. O fato está em entender que nesses momentos outras novas oportunidades vão ser abertas. Depende de como se olha o mercado: o copo pode estar mais cheio ou mais vazio. Cabe ao empresário decidir. O que não se pode mais é imputar toda a responsabilidade na Crise Econômica brasileira.

Comunicar erros