Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Escola de Comunicação, Educação e Humanidades / Notícias / Três professores da Metodista estão na nova direção da Intercom

Três professores da Metodista estão na nova direção da Intercom

Fernando de Almeida, Marcelo Briseno e Sônia Jaconi foram eleitos no congresso de setembro

02/10/2017 19h35

Prof. Fernando de Almeida: desafio da qualidade de ensino

Principal entidade de comunicação no País, a Intercom vai contar na gestão dos próximos três anos com três docentes da Universidade Metodista de São Paulo. A nova diretoria foi eleita no último Congresso Internacional Intercom, realizado em setembro em Curitiba, no Paraná, e é presidida por Glovandro Marques Ferreira, da Universidade Federal da Bahia, tendo na vice-presidência o coordenador do curso de Publicidade e Propaganda da Metodista, professor Fernando Ferreira de Almeida.

A diretoria financeira terá à frente professor Marcelo Briseno, coordenador do curso de Rádio, TV e Internet, e para a diretoria administrativa foi eleita professora Sônia Maria Jaconi, das Escolas de Comunicação e de Gestão da Metodista.

Qualidade do ensino da comunicação estará no centro da gestão do professor Fernando de Almeida, ao apontar como grande desafio na área a formação profissional. “A carreira sofre mudanças que as escolas não conseguem acompanhar. São várias tentativas e modelos que não estão atendendo a necessidade do mundo globalizado e fragmentado pela própria forma de fazer comunicação, de comunicar”, diz ele.

A vice-presidência é responsável pela realização anual dos cinco Congressos Regionais da Intercom, pelas Expocom Regional e Nacional e pelo Intercom Júnior. No cargo, professor Fernando de Almeida também se incumbirá da orientação e acompanhamento do Fórum Ensicom, que há mais de 10 anos discute e propõe ações para garantir a qualidade do ensino em comunicação, transpassando temas como Diretrizes Curriculares, avaliações e cursos de capacitação para professores e gestores.

“Creio que o maior desafio está no educar com a efetiva participação da comunicação e seus diversos meios. A Intercom deve continuar oferecendo esse espaço de diálogo”, pontua.

PP e RP juntos?

O Congresso Internacional Intercom é considerado o maior Congresso de Comunicação da América Latina, onde pesquisadores, profissionais, alunos de pós-graduação e de graduação se reúnem para debater a área. Este ano o tema central foi “Comunicação, Memórias e Historicidades”, que refletiu passado, presente e futuro da comunicação na forma de oficinas, workshops e minicursos. Neste ano, quando completou 40 anos, o Congresso Internacional foi realizado de 4 a 9 de setembro na Universidade Positivo em Curitiba.

Entre os temas em discussão esteve a proposta para que cursos de Publicidade e Propaganda e de Relações Públicas não devam ser separados dentro da Comunicação Social, mas sim integrados em um novo currículo mais abrangente. O coordenador do curso de PP da Metodista entende que a discussão deve ir além de formar um único profissional.

“Discute-se a formação do profissional em comunicação na graduação como polivalente, buscando sua especialidade em cursos de pós- graduação. Também se discute a formação específica de cada profissional da comunicação na graduação, movimento que reivindica, por exemplo, a volta da exigência do diploma de Jornalismo para o exercício da profissão. Portanto, o desafio é chegar a um ponto comum, que deverá ser regulamentado pelo MEC e pelo Ministério do Trabalho”, afirma professor Fernando de Almeida.

Outro debate no Congresso abordou o futuro da TV aberta, que estaria nela mesma, ou seja, canais pagos e on demand como Netflix não vão derrubar a TV aberta. Segundo o novo vice-presidente da Intercom, existem divergências sobre essa máxima. “O desafio é continuar pesquisando e atualizando conceitos. Não acredito no fim, mas nas transformações”, afirma.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , , , , , , , , , ,
SOBRE A ESCOLA