Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Engenharia da Computação / Notícias / Simulador de sistema de auxílio ao piloto é apresentado em Congresso

Simulador de sistema de auxílio ao piloto é apresentado em Congresso

Projeto foi desenvolvido por alunos durante a realização do Trabalho de Conclusão de Curso de Engenharia da Computação

10/10/2013 18h32 - última modificação 11/10/2013 20h07


A afinidade com o tema de sistemas de controle e o desafio na área aeronáutica levaram um grupo de alunos de Engenharia da Computação a desenvolver um simulador para um sistema de auxílio ao piloto. Concluído no final do ano passado como Trabalho de Conclusão de Curso, o projeto “Sistema Inteligente de Estabilização, Controle de Altitude, Pouso e Decolagem para Aeronaves de Asa Rotativa” foi Inscrito no 22º Congresso e Mostra Internacional SAE Brasil de Tecnologia da Mobilidade, ficou entre os 148 escolhidos de mais de 1500 inscritos e em 2º lugar no Painel TI da categoria Trabalhos Estudantis. Ele será apresentado durante o evento que começa hoje (07) e vai até quarta-feira (09) no Expo Center Norte, em São Paulo.

Mais do que o reconhecimento, Artur Coelho destaca a importância da divulgação do trabalho. “Estamos gerando conhecimento que pode ser aplicado em outros trabalhos. Também a questão do networking, o contato que esse tipo de evento gera com outros pesquisadores e engenheiros de áreas semelhantes e diferentes para ampliar a nossa rede de contatos que possam ajudar tanto na parte profissional como na parte de pesquisa.”

O sistema

Artur Coelho explica que o trabalho levou dois anos até ficar pronto. Segundo ele, questões financeiras fizeram com que optassem pelo desenvolvimento de um simulador ao invés do sistema embarcado num aeromodelo. “Nós adotamos uma plataforma de simulação bastante conhecida no mercado, o Microsoft Flight Simulator, e desenvolvemos todo um framework para conseguir rodar o nosso sistema de controle dentro dessa ferramenta, sem precisar fazer o investimento no aeromodelo e nos sensores, mas tendo uma simulação tão próxima quanto possível do ambiente real”.

O intuito do sistema é que ele tenha condições de ser aplicado para qualquer aeronave que tenha asa rotativa, como helicópteros, quadricópteros ou Vants (Veículo Aéreo Não Tripulado).

Como funciona

De acordo com Artur Coelho, a ideia do sistema é assumir o controle da aeronave para um pouso seguro caso ocorra algo que impeça o controle do piloto, como um mal súbito. “Fizemos testes exaustivos com diferentes situações climáticas e condições. Nós testamos com velocidade de vento próximo à de tornados e conseguimos resultados satisfatórios no controle da aeronave, mesmo em condições climáticas extremas.”

Artur explica que o sistema emula um operador humano, identificando o status da aeronave, como os eixos de inclinação, distância do solo, velocidade de deslocamento e todas as informações que o piloto perceberia, ou por meio dos painéis ou da visão. Baseado nisso, o sistema toma decisões do controle da aeronave, seguindo os princípios do controle humano – o que é feito pelo manche, pedais e alavancas.

Diferentemente de um piloto automático, que mantém o curso da aeronave para onde está apontada, o sistema é capaz de decolar e pousar, fazer o controle de estabilidade e a orientação.

Comunicar erros


CARLOS EDUARDO SANTI - COORDENADOR

carlos-santi.jpg

Veja o Minicurriculo

 

engenharia-da-computa├з├гo.jpg

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: