Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Direito / Sobre

Sobre

O curso de Direito da Metodista foi criado em 2000 por professores que idealizaram um modelo diferente dos tradicionais e aceitaram o desafio de formar alunos cada vez mais exigentes e preparados para as constantes mudanças de comportamento social. Foi autorizado pelo Parecer do Conselho Nacional de Educação nº 123/02, homologado em 17/04/02 e reconhecido pela Portaria nº 1.051 do Ministério da Educação, em 21/12/07.

Conheça mais sobre o curso:

 

O curso possui sala de Audiências Simuladas, Núcleo de Práticas Jurídicas e Escritório de Assistência Judiciária, além de corpo docente composto por experientes professores doutores, mestres e especialistas qualificados, autores de publicações acadêmicas e atuação profissional efetiva para aperfeiçoar o conhecimento prático do aluno.


Confira a infraestrutura:


O curso também conta com Grupo de Pesquisa, Atividades Integradas, Grupos de Estudo, Revista Jurídica, Monitoria, Clínica Docente, Diagnóstico de Aprendizagem e Projetos de Extensão Universitária.

As atividades práticas, em conjunto com as audiências simuladas, são desenvolvidas em ambiente próprio para este tipo de atividade. Assim, alunos vivenciam a teoria na prática, na Universidade.

A extensão, consolidada com nosso Escritório de Assistência Judiciária, credenciado pelo OAB, possui parcerias, com o compromisso de oferecer aos nossos alunos variadas vivências e contribuir com a realização da justiça no âmbito social. Neste sentido, temos o convênio firmado com o CEJUSC (Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania), nos termos da Resolução nº 125 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que instituiu a Política Judiciária Nacional de tratamento dos conflitos de interesses, tendente a assegurar a todos o direito à solução dos conflitos por meios adequados à sua natureza e peculiaridade. Com isto, nossos alunos participam do atendimento no setor de solução de conflitos nas fases pré-processual e processual e setor de cidadania.

Aderimos, também, às Oficinas de Pais e Filhos, por meio do convênio firmado entre a UMESP e o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, para atuação no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de São Bernardo do Campo (CEJUSC), que têm sido realizadas no Campus Rudge Ramos da Universidade. Com orgulho, destacamos que somos a 4ª (quarta) Comarca a implementar o programa, no Estado de São Paulo.

Recentemente conquistamos mais uma atividade de extensão, o Projeto Pós-Balsa, que tem como objetivo acompanhar uma equipe de Promotores de Justiça que promovem atendimento itinerante junto à população do bairro Pós-Balsa, em São Bernardo do Campo. Nossa participação possui relevância tanto para a extensão, por meio do atendimento itinerante das questões civis que podem ser atendidas pelo nosso EAJ, como para as atividades do Grupo de Pesquisa do curso.

Também veiculamos orientações sobre a importância e aplicação da legislação no cotidiano da população, com temas analisados por professores e alunos na Rádio Sônica, em uma parceria com o curso de Rádio e TV da Universidade. São quatro inserções que vão ao ar às segundas-feiras no decorrer da programação. Para ouvir nosso programa, o “Fique Ligado com o Direito”, basta sintonizar na web rádio.

O primeiro programa foi transmitido em 18 de outubro de 2016 com o tema Discriminação e Racismo. “Vamos tratar sobretudo de situações de vulnerabilidade, com esclarecimentos e orientações. É mais uma contribuição da universidade à comunidade”, afirmou à época a coordenadora do curso de Direito da Metodista, professora Alessandra Zambone.

Importante destacar que os Grupos de Estudos têm como objetos temáticas que propõem discussões de vanguarda aos alunos e permitem o aprimoramento dos conteúdos tratados em sala, inclusive com egressos.

A revista do Curso de Direito, criada em 2004, tem como finalidade contribuir para a análise e debate de temas jurídicos tradicionais e contemporâneos, necessários à formação de nossos alunos. Ela possui versão eletrônica e, a partir de 2009, as edições se tornaram temáticas, passando a acompanhar, em cada número, o tema escolhido pelo curso, por meio de sua Coordenação e Colegiado para ser objeto das discussões mais amplas durante um ano, que abrange, também, a programação da Aula Magna e da Semana Jurídica que acontecem, respectivamente, no primeiro e segundo semestre de cada ano. É um instrumento importante para a divulgação da produção de professores e alunos.

Os alunos do 7º ao 10º período participam do Diagnóstico de Aprendizagem (DA), para manter atualizados e presentes os conteúdos trabalhados durante o curso. Com plena consciência de que o curso de graduação deve preparar os alunos para a vida profissional, entendemos que é preciso, também, ter atividades relacionadas à preparação para os desafios da realização do Exame de Ordem e concursos. A realização acontece pelo Moodle, com questões extraídas do Exame de Ordem e concursos e a nota obtida pelo aluno é considerada como parte da nota da 2ª avaliação das disciplinas do semestre. Importante destacar que o curso de Direito da Universidade Metodista de São Paulo é o 1º colocado entre as faculdades não-públicas da região do Grande ABC, no ranking de aprovados no Exame da OAB e possui o 2º lugar quando consideradas todas as IES da região.

As Atividades Interdisciplinares têm como objetivo a realização de ações que partem da concepção da necessidade de coesão entre saberes diferentes, de modo que diversas disciplinas estejam voltadas para o objetivo comum de conjugar formação técnica e geral. Ao conteúdo jurídico é acrescido o estudo de situações relacionadas ao desenvolvimento da reflexão sobre cultura em geral e ética. No início de semestre o professor escolhe um Eixo Temático e os instrumentos utilizados para sua análise, tais como filmes, livros, artigos, música, poesia etc., que será tratado numa perspectiva interdisciplinar e em relação aos conteúdos programáticos ministrados. Assim, professores e alunos realizam esforços, fora do seu domínio próprio, e apresentam discussões sobre o tema escolhido relacionando-o à sua disciplina, visando a integração dos saberes jurídicos e aqueles relacionados à formação humanista obtendo, como resultado, o enriquecimento da formação. Esta prática está em consonância com o documento datado de dezembro de 2008, da lavra do Ministério da Educação, que insere entre os critérios necessários às atividades acadêmicas as práticas pedagógicas interdisciplinares e, busca, ainda, alinhar-se aos objetivos do ENADE, que propõe questões interdisciplinares. Nosso sistema de realização de atividades interdisciplinares e integradas está em contínuo processo de elaboração, uma vez que é fundamental sua adequação e aperfeiçoamento, consideradas a modificação constante da realidade social, econômica e cultural e a necessária formação dos professores para sua execução.

Na Monitoria, professores e alunos atuam com a finalidade de abordar as experiências exigidas para atuação como docente. O aluno interessado na docência do ensino superior se inscreve no programa de Monitoria, oferecido semestralmente e assim, sob orientação do Professor Orientador, o aluno desenvolve atividades pertinentes à docência, analisando quais são as atribuições desempenhadas pelo docente junto ao professor orientador. O principal objetivo desta atividade é provocar o interesse do aluno, com vistas à promoção da vocação docente e, com isso, contribuir para o aperfeiçoamento da comunidade docente de nosso país.

Profissional

O bacharel em Direito precisa adotar o processo de educação continuada. Após cinco anos de graduação, o aluno se torna um profissional na carreira escolhida e passa a atuar nos setores para os quais foi devidamente preparado.
Em um mundo globalizado, o profissional da área jurídica deve ampliar o seu processo de conhecimento para continuar prestando serviços de qualidade à comunidade que busca assistência jurídica.

Mercado de trabalho

O bacharel em Direito tem grande espaço de atuação no mercado de trabalho. Além das carreiras jurídicas como Advogado, Juiz de Direito, Promotor de Justiça e Delegado de Polícia, ele pode concorrer em outras carreiras públicas.

Este é um bom motivo para o vestibulando optar pelo curso de Direito da Metodista, uma vez que as muitas possibilidades de atuação no mercado de trabalho colaboram para o crescimento profissional.

E como muitos jovens talentos acabam se encaminhando para estágios em escritórios de advocacia, existem vagas disponíveis nas grandes empresas para quem tem talento e interesse em trabalhar nesse setor.

Comunicar erros

MARIA CRISTINA TEIXEIRA - COORDENADORA

Veja o minicurrículo

 

 

Receba informações de oferecimento deste curso

 

Receba informações de oferecimento sobre esse curso:

X