Introdução a Análise Técnica de Ações

Inscreva-se

Curso presencial
Carga Horária: 8 horas
Aulas: 1/2 e 8/2
Horário: Das 19h às 23h
Investimento: R$ 91,00
Inscrições: até 20 de janeiro de 2019
Local: campus Rudge Ramos

Apresentação do curso

Nos ciclos mundiais de contração e expansão da economia, temos oportunidades na área do mercado de ações, em momentos de crise compra-se ações na baixa e vende-se depois na alta, mas necessita-se avaliar corretamente o mercado e as empresas para rentabilizar o capital. O curso  Introdução a Análise Técnica de Ações será um diferencial importante na escolha de empresas para investimento e potencializará os métodos e as melhores práticas de gestão de investimentos incorporando as últimas tendências estratégicas para negociação de ações.

Objetivos

Propiciar aos integrantes do curso uma visão sistêmica e abrangente das competências e habilidades para a análise técnica de ações, permitindo assim uma melhor análise do ambiente e do ecossistema de negócios, obtendo assim resultados otimizados para os investimentos administrados.

Conteúdo programático

  • Análise Técnica e Gráfica – Introdução e História
  • Oscilações nos preços – Matemática e Estatística
  • Tipos de Análises
  • Análise Gráfica Principais Pontos

Público-alvo

Profissionais das diversas áreas do ramo de negócios que tenham interesse em desenvolver conhecimentos teóricos e técnicos específicos em gestão e negociação de ações através da análise técnica de ações e que pretendam obter uma posição de destaque no mercado corporativo ou de análise de investimento.

Professor responsável: Marcelo dos Santos

Possui Mestrado em Finanças UMESP (2011), MBA em Finanças - USP (2000) – Pós-Graduado em Administração Financeira e Tecnólogo Mecânico pela FATEC-SP (1994), tem especialização em Educação Matemática pela Universidade Oswaldo Cruz (2005), atualmente é professor titular da Universidade Metodista também é consultor de empresas com 20 anos de experiência no Mercado de Capitais trabalhando com análise de carteiras de investimentos em bancos de primeira linha.

Comunicar erros