Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Comércio Exterior / Notícias / Alunos de Comércio Exterior conhecem armazéns no Aeroporto de Guarulhos

Alunos de Comércio Exterior conhecem armazéns no Aeroporto de Guarulhos

Turmas do 7º e 8º semestres familiarizaram-se com a rotina das cargas de exportação e importação

06/10/2015 18h35 - última modificação 06/10/2015 18h52

Do recebimento, conferência de documentos e etiquetagem de cargas destinadas à exportação até visita às câmaras frias que abrigam material importado que necessita de temperatura controlada, foi grande a agenda dos alunos da Universidade Metodista de São Paulo dia 2 de outubro nos armazéns do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos.

A atividade envolveu turmas de Administração com LFE (Linha de Formação Específica) em Comércio Exterior do 7° e 8º semestres que estudam, respectivamente, os módulos Práticas de Comércio Exterior e Elaboração do Projeto de Viabilidade em Comércio Exterior. “Eles já possuem os fundamentos teóricos abordados na visita técnica”, explica o professor Rogério Ambrosio, que acompanhou os alunos.

O evento no GRU Airport faz parte de um programa de três visitas técnicas neste semestre (02/10, 09/10 e 13/11/15) da Escola de Gestão e Direito cujo intuito é conhecer in loco ensinamentos obtidos em sala de aula, como por exemplo as rotinas e procedimentos diários do Aeroporto de Guarulhos nas áreas de exportação e importação.

Outras atividades externas preparadas este ano, segundo professor Rogério, são reuniões e contatos com micro e pequenas empresas do Grande ABC, pelos alunos do 8° semestre, para elaboração e desenvolvimento de projetos de viabilidade em Comércio Exterior. “Essa atividade consiste no assessoramento passo a passo para viabilizar a internacionalização de micro e pequenas empresas”, citou.

Procedimentos de exportação

Entre as rotinas do Armazém de Exportação do Aeroporto de Guarulhos que o grupo da Metodista vivenciou constaram:
• Recebimento, conferência de documentos e etiquetagem de cargas destinadas à exportação, assim como o fluxo de transporte e armazenamento dessas cargas;
• Visualização da retirada de amostras (frutas) para verificação e inspeção do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento;
• Visita à área de fiscalização;
• Transferência das cargas do aeroporto para as companhias aéreas;
• Processo de verificação (passagem das cargas no raio X), unitização, proteção e liberação de cargas;
• Carregamento/embarque das cargas em avião cargueiro.

Procedimentos de importação

    

Nos armazéns de importação foi possível conhecer:
• Chegada e descarregamento das cargas provenientes do exterior;
• Verificação de possíveis avarias ou irregularidades nos volumes recebidos e elaboração da presença de carga no sistema MANTRA;
• Visualização do sistema automatizado de armazenamento de cargas - sistema de esteira transportadora e transelevador/robô;
• Visita às câmaras frias (geladeiras) para cargas com temperatura controlada;
• Visita à área de Regimes Aduaneiros Especiais (Transito Aduaneiro, RECOF e Linha Azul);
• Visualização da área destinada à conferência de bens de alto valor agregado e etiquetagem do selo do IPI (relógios e bebidas importadas);
• Visualização da área destinada à verificação de cargas com avaria e solicitação de repesagem;
• Visualização da área de bagagem desacompanhada;
• Visualização da área de fiscalização de produtos controlados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA);
• Visualização do Cofre Valor, destinado a armazenar produtos de alto valor agregado (jóias, obras de arte etc.);
• Visualização da área de conferência e fiscalização aduaneira;
• Visualização da área de carregamento das mercadorias desembaraçadas.

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , , , ,

ANDREA LEITE - COORDENADORA

Veja o minicurrículo

 


Receba informações de oferecimento deste curso

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: