Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Ciências Sociais / Grupo de Pesquisa / Grupo de pesquisa sobre o Mundo do Trabalho (CNPq)

Grupo de pesquisa sobre o Mundo do Trabalho (CNPq)

Transformações no mundo do trabalho: um estudo sobre o impacto das políticas de geração de trabalho e renda em São Bernardo do Campo de 2012 a 2013.

Coordenadora   

  • Profa. Claudete Pagotto


Colaboradores/as

  • Profa. Lucieneida Dovao Praun
  • Fatima Cristina Santos  


Estudantes

  • Bianca Vieira
  • Chizlene Batista
  • Fernanda Silva Souza
  • Iacy Millone
  • José Walber Monteiro
  • Fabio Faria de Moraes
  • Vagner Pinto da Silva


Nosso objetivo é investigar as transformações no mundo do trabalho, a partir da década de 1990, na região do ABC, buscando compreender as articulações desse processo no plano objetivo e subjetivo para a classe trabalhadora, tendo em vista, a constituição de novas relações de trabalho baseadas em contratos flexíveis, precários.

Nosso objetivo geral, portanto, é articular o processo de reestruturação produtiva das empresas com as novas formas de organização do trabalho que surgem nesse contexto, como, por exemplo, o trabalho terceirização, autônomo, informal, cooperativo e autogestionário. Destacamos estas formas de organização do trabalho vinculadas às ações da chamada economia solidária em associações ou políticas públicas municipais.

Essa temática busca contemplar e aprofundar o estudo realizado nos Módulos: “Relações mundializadas, novas tecnologias e neoliberalismo” e “Repensando as relações sociais no mundo contemporâneo” do Currículo do curso de Ciências Sociais. e da participação dos discentes do curso de Ciências Sociais, vinculados à modalidade EaD, do polo Mauá.

Buscamos apreender a partir da investigação e dos estudos sobre os impactos da reestruturação produtiva na região do ABC, não somente do ponto de vista da análise de  dados socioeconômicos, envolvendo a estrutura industrial e do trabalho, mas como esse processo afetou a subjetividade dos trabalhadores e da construção da nova identidade do trabalho assalariado. Deste modo, investigamos o “como” e “o porquê” surgem, neste contexto, formas alternativas de organização do trabalho em modelos cooperativos e autogestionários.
 

Comunicar erros

CLAUDETE PAGOTTO - COORDENADORA

Veja o minicurrículo

 


Receba informações de oferecimento deste curso

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: