Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Ciências Econômicas / Notícias / Cenário político freia compras para Dia das Crianças. Gasto com presente deve ser 22% menor no ABC

Cenário político freia compras para Dia das Crianças. Gasto com presente deve ser 22% menor no ABC

Pesquisa de Intenção de Compras da Universidade Metodista mostra expectativa com eleições e economia

04/10/2018 14h55 - última modificação 15/10/2018 22h20

Foto pixabay.com

O preço médio que consumidores do ABC paulista estão dispostos a pagar por presente neste Dia das Crianças é de R$ 120,00. A queda nominal atinge 18%. Considerada a inflação de 4,48% nos últimos 12 meses até julho, a variação real para baixo é de cerca de 22%, mostra Pesquisa de Intenção de Compra (PIC) realizada pela Universidade Metodista de São Paulo.

Pela ordem, filhos, sobrinhos e primos estão na lista de lembranças, por isso o gasto médio - com vários presentes – chegará a R$ 203,00. Em 2017, esse valor correspondeu a R$ 257,00. Portanto, houve queda real de 24% no tíquete médio coletivo. A mesma baixa de 24% deve ocorrer com a movimentação comercial das sete cidades da região para a data, prevista em R$ 71 milhões.

“Diante das expectativas com os rumos da economia e da política em ano eleitoral, o preço e o gasto médio com presentes neste ano estão menores. Destaca-se o clima de incertezas nos negócios diante do atual cenário, freando as decisões de investimentos e impactando diretamente no mercado de trabalho”, interpreta o professor de Ciências Econômicas e pesquisador do Observatório Econômico da Metodista, Moisés Pais dos Santos.

Com 2,7 milhões de habitantes e refletindo um parque industrial em constante enxugamento, o Grande ABC sofre mais com o desemprego. Em julho último a taxa foi de 18,2% da PEA (População Economicamente Ativa), para 17% na Região Metropolitana e 16,2% na Capital, segundo a PED (Pesquisa de Emprego e Desemprego), do Seade/Dieese.

Carros e bonecas

Para os meninos, os presentes mais procurados deverão ser vestuários/calçados (12%), seguidos por carro/moto/avião de controle remoto (11%), carro/moto de brinquedo (11%), bola (10%), jogos educativos (9%) e bicicleta (7%). Já para as meninas os presentes de maior interesse são boneca (29%), vestuários/calçados (13%), maquiagem (9%), jogos educativos e livros (5%).

Os estabelecimentos preferidos para compras são shopping centers (38%), comércio do centro da cidade (31%), internet (14%) e comércio de bairro (5%). A redução de 5 pontos percentuais no comércio de bairro pode ser explicada pelo incremento das compras por meio eletrônico, segundo a PIC. A pesquisa ocorreu entre 3 e 23 de setembro, resultando em 430 questionários validados. O levantamento é feito em parceria com as sete Associações Comerciais e Industriais do Grande ABC.

Veja a íntegra da Pesquisa.

Veja a repercussão na mídia:

DCI (Diário do Comércio & Indústria)
ABC deve ter gasto 22% menor com presentes
Diário Regional
Gasto com presente do Dia das Crianças deve ser 22% menor no ABC
Destak Jornal
Gasto com presente no Dia das Crianças deve ser 22% menor
Repórter Diário
Dia das Crianças deve movimentar R$ 71 milhões na região
TV São Bernardo
Cenário político freia compras para Dia das Crianças. Gasto com presente deve ser 22% menor no ABC
ABCdoABC
Cenário político freia compras para Dia das Crianças
Diário do Grande ABC
No Grande ABC, gasto com presentes recua 24%
Preços dos brinquedos oscilam até 75%

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , ,

SILVIA OKABAYASHI - COORDENADORA

silvia.jpg

Veja o minicurrículo


 

Receba informações de oferecimento sobre esse curso:

X