Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Agência de Divulgação Científica / Notícias / Metodista adere ao buscador de referências bibliográficas DOI

Metodista adere ao buscador de referências bibliográficas DOI

08/09/2014 17h35 - última modificação 10/10/2014 17h25

O desafio de encontrar publicações com boas referências e, mais do que isso, conseguir que obras e imagens fiquem imunes a plágios acaba de receber um estímulo determinante para professores e alunos pesquisadores. A Editora Metodista é a mais nova integrante do cadastro DOI (Digital Object Identifier), um indexador que identifica conteúdos no ambiente digital e faz referências cruzadas por meio de links.

Assim, é possível acessar qualquer publicação e também sua referência automaticamente, assim como cadastrar livros, artigos, resumos, mapas e ilustrações. Em agosto, quando aderiu ao DOI, foram indexadas as revistas do Portal Metodista de Periódicos Científicos e Acadêmicos de 2013 e 2014, com total de 372 artigos. Serão mais 2.487 de anos anteriores, num processo gradual. 

“O indexador digital serve para que produções científicas  conversem entre si. Como o próprio nome define, é um sistema de identificação de conteúdo de objetos acadêmicos na internet, aos quais são atribuídos direitos de propriedade intelectual”, comenta Rodrigo Ramos Sathler Rosa, da Editora Metodista.

Antiplágio

A grande vantagem é que facilita e enriquece pesquisas porque há milhões de itens à disposição com a respectiva referência, o que dá credibilidade ao arquivo e reduz a preocupação com a segurança de arquivos digitais na internet.  Também protege o autor, já que todo o processo se dá por meio de um identificador alfa-numérico. Cada obra registrada recebe um número de registro.

“Uma qualidade importante do DOI é o sistema antiplágio, chamado “Cited By Link” da CrossRef, que desenvolveu o indexador. Por meio de códigos, o sistema captura informações de quem está acessando – já que há um  cadastro e relatório estatístico -- e não permite cópias sem citação do autor. O indexador trava se não houver a citação do autor original, que também recebe mensagens sobre o acesso a seus artigos. Se o plagiador colocar um artigo na internet, o DOI capta e denuncia”, explica Rodrigo Rosa.

O registro online do artigo científico também traz ganhos para o professor porque haverá mais pessoas pesquisando sua obra. O registro no DOI dá mais visibilidade aos arquivos, que podem ser em texto, áudio, vídeo, imagem ou software.

Além de periódicos da Editora Metodista, haverá indexação de arquivos da Unimep (777 no total), da Universidade Izabela Hendix (362) e da IPA de Porto Alegre (66), que fazem suas publicações pela Metodista. Igualmente já foram indexados os arquivos de 2013 e 2014 dessas instituições.

A CrossRef é a principal agência de registro da IDF (International DOI Foundation), entidade sem fins lucrativos formada em 1998. O CrossRef é serviço oferecido mediante pagamento por artigo à Publishers International Linking Association (PILA), associação cooperativa fundada em 2000 e gerenciada por editores científicos.

 

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , ,
SOBRE A AGÊNCIA

FAPESP