Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Assessoria de Relações Internacionais / Notícias / 2016 / "Como Será?", da Globo, dá destaque ao programa "Casa de Família" da Metodista

"Como Será?", da Globo, dá destaque ao programa "Casa de Família" da Metodista

Reportagem falou sobre a importância do intercâmbio cultural

13/06/2016 19h35 - última modificação 06/07/2016 20h11

"Como Será?", da Globo, dá destaque ao programa "Casa de Família" da Metodista

O programa de intercâmbio “Casa de Família”, da Universidade Metodista de São Paulo, foi um dos destaques do “Como Será?”, exibido pela Rede Globo no último sábado (11). A reportagem abordou a importância do intercâmbio cultural e as vantagens em receber um aluno estrangeiro em casa. 

Vanessa Martins, assessora de relações internacionais, da Metodista foi uma das entrevistadas. Ela falou sobre como os estudantes estrangeiros vivem uma experiência mais completa de intercâmbio quando se hospedam em casas de família, assimilando mais a cultura e relações sociais do país.

A reportagem destacou também que em alguns programas de intercâmbio a família hospedeira não recebe apoio financeiro. No da Metodista, é oferecida uma ajuda de custo de R$ 60 a R$ 80, e a família precisa ter alguma vivência no exterior, como viagens ou parentes em outros países, e ter algum membro que fale inglês.

A dona de casa Maria Joana Siqueira foi a primeira a participar do Casa de Família, em 2009. Em entrevista ao programa contou que gosta muito de abrir sua casa para os estudantes e que já recebeu 14 deles, de diferentes nacionalidades, nos últimos anos.

Indira Trejo, uma das participantes do programa, já se hospedou três vezes na casa de Maria Joana e, hoje, considera a brasileira uma integrante de sua família. Indira é norte-americana e declarou que além de ser uma oportunidade de viajar e estudar, o programa auxilia a aprender valores e “fazer uma reconexão consigo mesmo”.

O programa da Globo também falou sobre o intercâmbio da AFS (American Field Service), uma organização não-governamental que já atendeu estudantes de mais de 80 países.

Para conferir a reportagem completa, clique aqui.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , ,