Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Assessoria de Relações Internacionais / Notícias / 2009 / Inscrições para bolsas de doutorado na Alemanha vão até 2 de março

Inscrições para bolsas de doutorado na Alemanha vão até 2 de março

28/01/09

28/01/2009 13h55 - última modificação 28/01/2009 14h35

Estão abertas até 2 de março as inscrições do programa conjunto DAAD-Capes-CNPq 2009/2010 para a seleção de bolsistas de doutorado para a Alemanha. Pela primeira vez, o programa oferece a possibilidade de bolsas DAAD-Capes para duplo doutorado, além das tradicionais modalidades para doutorado integral e sanduíche. As bolsas de doutorado integral terão duração máxima de quatro anos; as sanduíches, dois anos; e as de duplo doutorado preveem até 24 meses de estada na Alemanha, que podem ser parcelados de acordo com a necessidade e o planejamento do projeto de pesquisa, a ser preparado em conjunto pelo orientador do Brasil com o da Alemanha. O programa abrange todas as áreas de pesquisa. É exigido conhecimento do idioma alemão em nível intermediário apenas dos candidatos da área de ciências humanas. Entretanto, todos devem fazer teste prévio de nivelamento, conforme o edital e orientações no site do DAAD (vide abaixo). Os candidatos devem ter mestrado (concluído no máximo até o fim do primeiro semestre de 2009) e, no caso das modalidades sanduíche e duplo doutorado, estar matriculados em programa de doutorado brasileiro. Para o duplo doutorado, é necessário que os regulamentos dos programas de pós-graduação das universidades brasileira (na qual o candidato está matriculado) e alemã (para a qual pretende ir) prevejam a possibilidade da dupla titulação. Verifique os requisitos completos e a orientação para sua candidatura, bem como outras informações, no site do DAAD: http://rio.daad.de/shared/doutorado.html O DAAD é a maior organização de fomento ao intercâmbio acadêmico e científico do mundo. Seu orçamento atual ultrapassa os 280 milhões de euros e seus programas beneficiam anualmente mais de 56 mil estudantes, professores, pesquisadores e gestores universitários, alemães e estrangeiros.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: