Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Administração / Notícias / Internacionalização e inovação são opções para a crise mostradas nas Feiras de Negócios

Internacionalização e inovação são opções para a crise mostradas nas Feiras de Negócios

07/06/2019 19h25 - última modificação 07/06/2019 21h16

25.1.jpg
Concluintes de Administração e Comércio Exterior idealizaram projetos de exportação e inovação

 

 

 

 

 

 

Com a arrastada crise brasileira, a exportação ilumina um caminho sólido para suprir parte dos negócios internos ou para ampliar atividades. Redirecionar os negócios para inovar em outros mercados também é alternativa para quem quer continuar apostando no Brasil, segundo TCCs (Trabalhos de Conclusão de Curso) preparados por formandos de Administração e ADM-Comércio Exterior neste primeiro semestre de 2019.

A área de serviços desponta como grande possibilidade de penetração no mercado interno, enquanto a América Latina é a região para onde convergem interesses de quem quer fazer o batismo internacional.

Foi o que planejou o grupo de alunos que trabalhou para a Saguaragí Indústria e Comércio, uma das maiores fabricantes e distribuidoras de sachês de sílica gel do Brasil (dessecantes que tiram a umidade local), tendo entre os clientes a gigante de eletrodomésticos Electrolux. Por ser uma empresa familiar sem tradição em vendas externas, os alunos identificaram, avaliaram e definiram um perfil exportador levando em conta o negócio de sachês de sílica, usados desde em embalagens de bolsas e potes de remédios até computadores.

“Identificamos o Chile, a Argentina e a Colômbia como grandes importadores do produto, propusemos um roteiro de exportação e até uma análise de viabilidade financeira da operação para a Saguaragí”, explica um dos integrantes da equipe, Rodrigo Bernardi da Silva. Um sachê de 350 gramas que no mercado interno sai a R$ 12 pode ser colocado no exterior a R$ 8, cifra bastante competitiva com a dos concorrentes internacionais, acrescenta a aluna Caroline Martins.

A capacidade produtiva de 2 toneladas/dia a princípio não seria alterada para atender o mercado externo, já que a empresa opera sob forecast (encomendas e produção planejada), o que possibilitaria flexibilizar o calendário de entregas internas e os embarques, calcula Rodrigo Bernardi, que planejou uma proposta mais conservadora para a empresa.

Salgado em rodízio

Para quem pensa em diversificar ou iniciar um negócio, o grupo SalGomes propõe o ramo de alimentação aliada a entretenimento. Os alunos idealizaram um rodízio de salgadinhos, algo ainda não oferecido no Grande ABC e já presente na Capital, o que atrairia o público apreciador desse cardápio que se desloca até São Paulo, segundo Melissa Camargo.

“É uma novidade sobretudo para o público jovem e uma alternativa para os tradicionais rodízios de pizza e carne. Até agora os salgadinhos são vistos só como porções, não uma refeição”, afirma Kaique Rocha. O público que aprova o espaço foi identificado em pesquisa na faixa de 18 a 50 anos e se identificaria com o ambiente porque haveria opções de entretenimento com videogame, happy hour e pequenas comemorações. São mais de uma dezena em opções salgadas e duas opções veganas a R$ 29,90 por pessoa.

Confira os projetos e expositores da VII Feira de Negócios de Comércio Exterior e da IX Feira de Negócios de Administração - Plano de Negócio realizadas na noite de 6 de junho último na Praça Central do campus Rudge Ramos.

Projetos de Comércio Exterior

1 - Conversor Analógico 4A 20mA / 0A 10V para Fibra - Flexmedia
O projeto busca viabilizar a exportação do conversor analógico a partir do passo a passo da internacionalização, algo que não é complexo para organizações em busca de novas oportunidades no mercado. Entre outros, são apresentados os regulamentos do comércio exterior brasileiro, como internacionalizar a empresa, sugestão de países para colocação do produto, documentos exigidos e todos os procedimentos requeridos para exportar. O Peru é o país alvo, já tem uma economia em crescimento e absorvendo muita tecnologia.

Alunos: Gabriel Tejo dos Santos; Isabella da Silva Valadares; Jaqueline Pereira Matusiaki; Sara Freire Alves e Yuna Takebayashi Cruz.

2 - Motobomba de alta pressão - Pumpen Vertrieb Bombas Industriais
O plano de internacionalização contempla a empresa Pumpen Vertrieb, que produz, a partir de importação e compra no território nacional, motobombas de alta pressão para centros de usinagem. O produto condiciona e lubrifica brocas de grande performance em centros de usinagem, usadas para perfurar grandes blocos de metal.

O país alvo para exportação é a Argentina, que possui a maior demanda do produto no bloco do Mercosul, segundo pesquisa no site do Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços. A despeito da crise econômica do país, a Argentina tem grande potencial para crescimento industrial, visto o volume de importação do produto da Pumpen.

Alunos: Giovanni Leone Varin; Guilherme Daniel dos Santos; Larissa Rodrigues da Ros; Natally Augusto Lopes e Pedro Henrique Cezario Becker de Melo.

3 - Sílica Gel - Saguaragi Indústria e Comércio
A Saguaragi Indústria e Comércio é uma das maiores fabricantes e distribuidoras de sachês de sílica gel do Brasil, com excelência em qualidade de produtos e serviços, oferecendo soluções em dessecantes para inúmeros clientes no mercado interno, como a Electrolux, uma das maiores produtoras de eletrodomésticos. Esta consultoria apresenta estudos de mercado interno e externo do setor de interesse da Saguaragi, roteiro de exportação e até uma análise de viabilidade financeira da operação internacional.

Alunos: Bruna Froldi de Campos; Caroline Eugênio Martins; Fernanda Sarro; Larissa Villela e Rodrigo Lopes Bernardi da Silva.

4 - Estação de Tratamento de Água para Reuso (ETAR) - Gmar Ambiental
A Gmar Ambiental oferece soluções em tratamento de água, esgoto e efluentes. Trabalha com tratamento de água da chuva, separador de água, areia e óleo e a estação de tratamento de esgotos compacta, por exemplo.

O plano de internacionalização da empresa objetiva colocar a Estação de Tratamento de Água para Reuso (ETAR) na Argentina. O produto purifica águas provenientes de chuveiros, pias, máquinas de lavar, lavagem de veículos, peças etc, sendo eficiente para o correto descarte de água ou sua reutilização para fins não potáveis, o que contribui para a preservação do meio ambiente e redução do consumo de água.

Conforme pesquisa realizada na APEX Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), Comex Stat do MDIC (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços) e SECEM (Sistema de Estatísticas de Comércio Exterior do Mercosul), a Argentina é o mercado selecionado pois encontra-se em primeiro lugar como país de destino das exportações brasileiras do NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul) do produto em questão. É também o país onde a empresa é menos vulnerável à competição internacional, devido ao aumento da participação brasileira no setor comparado à concorrência.

Alunos: Luis Gustavo De Carvalho Silva; Mayara Santos Cavalcante; Monique Araújo Lopes; Rafael Cominato Ferraz Ferlin Lopes e Sabrina Mayumi Alves Amadatsu.

5 - Sofá-Carro - Tec Art Pinturas Especiais
A Tec Art Pinturas Especiais produz moveis de decoração com estilo vintage, mais especificamente o sofá em formato de carros antigos. Atua no mercado desde 1998, inicialmente dedicada à manutenção e estilização de carros de alta performance e criação de Hot Rods. Com o tempo, os empreendedores passaram a investir no mercado de móveis de decoração para amantes do automobilismo.

Para abrir caminhos no cenário internacional, o projeto pretende promover orientações de como tramitar os procedimentos de exportação, seus custos, participantes e intermediários do processo, além de roteiros de marketing e pesquisa no mercado externo.

Alunos: Emily Gomes; Michael Douglas Santos Inácio; Pedro Ribeiro Jaconi; Thuany Gonçalves e Vitor Coradi.

Feira de Negócio ADM

1 - Chama a Manu
Plataforma voltada à divulgação e oferecimento de serviços de profissionais mulheres, de manutenção e reformas. Como em uma rede social, a conexão inclui quem oferece e quem procura esses serviços, com diferenciais como agendamento de visitas, perfil, avaliação de clientes e mesmo cursos de capacitação para profissionais do ramo.

Alunos: Ana Carolina Silva Barboza; Bruna Cristina Caramel; Giovana Barbara Santos Oliveira; Gabriela Dornellas Calhau; Giovana Rodrigues Veratti; Henrique Santos de Freitas; Marina de Freitas e Tatiane Ana Bezerra.

2 - Agência Black de serviços para eventos
Agência prestadora de serviços padronizados para eventos do Grande ABC (bares, restaurantes, balados e lounge). Os serviços contemplam limpeza, segurança, bombeiro civil, fotografo, garçom e barman.

Alunos: Amanda de Souza Martins; Caio Rodrigo Cabral; Murilo Castilho Maranesi; Renata de Souza Cardoso; Ronaldo Ferreira da Silva; Thais Silva Sousa e Lucas Sales Caetano.

3 - Restaurante de comida caseira in box
A proposta é atender aos estudantes, moradores e trabalhadores próximos à Universidade Metodista de São Paulo que desejam uma refeição caseira e saborosa como teriam no conforto de um ambiente familiar, porém dentro de um restaurante. Com a rotina agitada das pessoas atualmente, que não dispõem de tempo para preparo de comida em casa, a refeição será servida dentro de box para ser levada para viagem.

Alunos: Elaine Cristina Baptista; Giovana Sayuri Otsuka; Samara da Costa Silva e Thiago Teixeira Polverini.

4 - Corante alimentício do bagaço da uva
Este corante alimentício é natural e orgânico e proveniente do bagaço da uva, matéria-prima esta derivada da produção de vinhos e sucos de uva, classificada como resíduo pelas vinícolas. A ideia é reaproveitar este resíduo para produzir o corante, que além de colorir também ajude a promover a saúde do consumidor, uma vez que o bagaço, composto por casca e sementes, possui antioxidantes em alta quantidade. Cria-se então uma alternativa além dos corantes artificiais e naturais manipulados quimicamente.

Alunos: Ana Carolina de Pinho Fernandes; Ariane Baron Müller; Erika Ferreira de Brito; Fabiana da Conceição Alexandre; Karoline Barreto da Silva e Vinícius Nunes Siqueira.

5 – SalGomes Alimentação e Entretenimento
Esta empresa do ramo alimentício proporciona aos clientes ambiente de entretenimento com videogames, um espaço exclusivo para realização de happy hour e outro espaço para pequenas comemorações. O carro chefe será o rodízio de salgados a preço fixo.

Alunos: Daniel Boloni Oliveira; Kaique Silva Rocha; Kaique Vinicius Alves; Melissa Munhoz de Camargo; Rafael Alencar da Silva; Thana Zakevicius Alves; Thayna Murua Adorno e Thayná Souto Gomes.

 

Comunicar erros


PATRÍCIA BRECHT INNARELLI - COORDENADORA
Minicurrículo

  

 

Receba informações de oferecimento deste curso

 

Receba informações de oferecimento sobre esse curso:

X